icon Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

AGRO & ECONOMIA - A | + A

EXPORTAÇÃO DE CARNE 10.09.2019 | 09h:03

China habilita 7 frigoríficos de MT

Por: A Gazeta

Reprodução

Reprodução

Sete frigoríficos de Mato Grosso estão aptos a exportar carne bovina, suína e de frango para a China. Atendimento à demanda chinesa pela proteína animal é reforçado com a habilitação de 25 indústrias em todo o Brasil, sendo 17 de carne bovina. Do total de plantas habilitadas no Estado, 6 são de carne bovina e uma vai exportar tanto carne suína e quanto de frango. Elas estão localizadas em Guarantã do Norte, Tangará da Serra, Várzea Grande, Barra do Bugres, Rondonópolis, Matupá e Lucas do Rio Verde.

 

O anúncio foi feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta segundafeira (09), imediatamente após comunicado da GACC, órgão de sanidade chinês. As empresas já podem exportar. Antes do anúncio, apenas uma unidade de abate de bovinos no Estado, pertencente a JBS em Barra do Garças (509 km a Leste), estava autorizada a embarcar o produto para o gigante asiático, segundo o Instituto Mato-grossense da Carne (Imac). 

 

A ampliação no atendimento aos consumidores chineses pela indústria frigorífica local era aguardada desde o ano passado, quando técnicos chineses visitaram estabelecimentos do ramo em Mato Grosso. Representantes do governo federal e estadual também estiveram naquele país em maio deste ano. Em 2019, a quantidade de carne bovina mato-grossense enviada ao mercado chinês cresceu 58%, de janeiro a julho, comparado com o mesmo período do ano passado. 

 

Passou de 9,859 mil toneladas em 2018 para 15,574 mil (t) este ano. A venda externa resultou no faturamento de US$ 75,261 milhões nos 7 primeiros meses de 2019, 60,9% acima dos US$ 46,752 milhões computados no mesmo intervalo do ano anterior, segundo dados do Mapa. Somados os embarques realizados a outros países, Mato Grosso destina em torno de 30% da produção de carne bovina ao mercado internacional, estima o presidente do Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindifrigo), Paulo Bellincanta. A maior fatia, cerca de 50%, atende o mercado brasileiro. 

 

Os 20% restantes suprem o consumo local. Para Bellincanta, a ampliação de novos fornecedores do produto para a China poderá refletir na valorização dos preços pagos pela indústria aos pecuaristas. “É um novo destino para a indústria, que paga melhor. Deve trazer um reflexo paulatino (nos preços) ao longo dos próximos 5 meses”. 

 

“O Mapa vem desde o ano passado negociando com o governo chinês as adequações necessárias para a habilitação de mais unidades frigoríficas brasileiras. Este ano, durante a feira de SIAL, mais uma rodada de conversa foi realizada para que todas as exigências fossem atendidas. Um trabalho realizado por muitos agentes públicos e privados que deverá intensificar o comércio da nossa carne”, comenta o presidente do Imac, Guilherme Nolasco. 

 

Entre 2018 e 2019, o Imac realizou duas missões à China juntamente com o Mapa e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). Também firmou, em setembro de 2018, protocolo de intenções com o NBCIC (National Beef Cattle Improvement Center), o Centro Nacional de Desenvolvimento da Carne na China. O documento visou a conjugação de esforços para o desenvolvimento de estudos e pesquisas para o aprimoramento da produção de bovinos chineses e habilitação de plantas frigoríficas para o aumento das exportações de carne bovina de Mato Grosso.

 

Fonte: Silvana Bazini 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
LEITE R$/l 1,09
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet