icon Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

AGRO & ECONOMIA - A | + A

AGRONEGÓCIOS 09.08.2019 | 12h:11

Crescimento da safra será de 9,2%

Agência Brasil

Agência Brasil

Mato Grosso terá aumento de 9,2% na safra de grãos durante a temporada 2018/2019. A estimativa é da Companhia Nacional de Abastecimento, que indica a produção recorde de 67,3 milhões de toneladas. O volume é superior ao do último ano, quando produtores colheram 61,7 milhões (t). O levantamento da Conab indica que o crescimento é resultado da ampliação da área em 5% perante o ciclo anterior, combinado com aumento da produtividade.

 

A expansão da produção de soja e o milho é o principal fator de aumento. Juntos, os dois grãos respondem por 94,7% do total da produção estadual na safra 2018/2019, com a soma de 63,8 milhões (t). A soja soma 32,4 milhões (t). 

 

Conab aponta produção recorde de 67,3 milhões de toneladas. Milho é o produto que mais cresceu com alta de 19% ante safra anterior

A safra do grão teve uma leve ampliação de 0,5% perante à colheita da última temporada, que somou 32,3 milhões (t). A área também cresceu 1,9% e alcançou 9,7 milhões de hectares (ha). Já o milho é o produto que mais cresceu na temporada atual, com alta de 19% sobre o ciclo anterior. A estimativa para esta safra é de 31,4 milhões (t), cerca de 5 milhões (t) a mais que no ano passado (26,4 milhões t). Milho teve alta de 8,8% na área (4,8 milhões ha) e de 9,4% na produtividade. 

 

De acordo com o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana, o bom ciclo de umidade contribuiu para o resultado da safra que está sendo colhida neste ano. Com a chuva antecipada, a soja foi plantada mais cedo no fim do ano passado e o milho também foi semeado dentro da janela ideal de plantio, o que deu boas condições de produtividade. 

 

“A estimativa da Conab aponta safra recorde no país. Mato Grosso é um dos grandes responsáveis por isso, porque o estado responde por 28% da produção de grãos. Em alguns produtos ele representa a maior produção. Como no caso do algodão, que é cerca de 60%, o girassol que é 58% e o milho segunda safra, que representa 42% da safra do país. São números relevantes e refletem uma safra que iniciou muito bem, com a colheita mais rápida que nos últimos anos”. 

 

Segundo Santana, a produção teve 3 fatores favoráveis para a expansão deste ano, o plantio na janela ideal, o clima ideal e a expectativa positiva para a comercialização dos grãos, que motivou mais investimentos em tecnologia no campo. “Agora estamos vendo isso expresso nesta safra recorde”, afirma. 

 

No país, a safra de grãos está estimada em 241,3 milhões (t). Representa um crescimento de 6% (ou 13,7 milhões de t) se comparado à safra anterior. A área plantada está prevista em 63 milhões (ha), com um aumento de 2% sobre o mesmo período. O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eduardo Sampaio Marques, explica que só o aumento da área de algodão e milho em segunda safra explica o aumento da área total no país. 

 

Ele lembrou que na próxima safra o desempenho do crédito rural será favorável aos investimentos, já que as contratações das linhas de custeio tiveram alta de 23% em relação ao ano passado. Segundo ele, a redução da taxa básica de juros (Selic) também tem estimulado as contratações de crédito rural com recursos privados, em patamar de juros similar ao do governo federal. (Reportagem Karina Arruda)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
LEITE R$/l 1,09
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet