icon Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020

AGRO & ECONOMIA - A | + A

06.12.2019 | 22h:39

Justiça determina que empresa reconheça vínculo trabalhista com motoboys

Por: IG Economia

loggi motoboy arrow-options
Foto: Divulgação/Loggi
A decisão vale para todo o território nacional e foi assinada pela juíza Lávia Lacerda Menendez

A Justiça do Trabalho de São Paulo determinou que a empresa de entregas Loggi reconheça o vínculo trabalhista dos motoboys que prestam serviço para a companhia.

Na decisão, a 8ª Vara do Trabalho de São Paulo , determina que a Loggi limite a jornada dos motoristas a oito horas, implemente descanso semanal de 24 horas consecutivas e faça registro em sistema eletrônico de todos os motoristas que tiveram alguma atividade nos últimos dois meses.

Em caso de descumprimento, a juíza estipulou multa de R$ 10 mil por trabalhador em situação irregular.

Entregador da Rappi morre após AVC durante trabalho e empresa não oferece apoio

Além disso, a empresa também terá de fazer o pagamento adicional de periculosidade aos motofretistas e precisará fornecer capacetes e coletes de segurança para os trabalhadores. Um outro ponto é que a Loggi pague R$ 30 milhões como " compensação pecuniária ".

"O valor será depositado diretamente junto às instituições beneficentes escolhidas pelas rés dentre as 100 melhores organizações não governamentais brasileiras", diz trecho da decisão.

A decisão vale para todo o território nacional, foi assinada pela juíza Lávia Lacerda Menendez e acata parcialmente pedidos feitos em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho.

Em setembro deste ano, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os motoristas que trabalham para serviços de transportes por aplicativo, como Uber, não têm qualquer tipo de vínculo trabalhista com as empresas.

A Loggi agora está avaliada em US$ 1 bilhão (cerca de R$ 3,9 bilhões), depois de levantar US$ 100 milhões (R$ 387,5 milhões) este mês em uma rodada de financiamento liderada pelo Vision Fund, do SoftBank Group, segundo informações divulgadas pela empresa em junho deste ano.

A startup foi fundada em 2014 e faz entregas de documentos na cidade de São Paulo. A empresa atualmente cobre cerca de 35% da população e faz cerca de 100 mil entregas por dia para clientes, que incluem a varejista francesa Carrefour, a gigante de comércio eletrônico Mercado Livre e redes de fast-food, como McDonald's e Burger King.



Fonte: IG Economia
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
LEITE R$/l 1,08
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet