icon Quarta-feira, 20 de Março de 2019

AGRO & ECONOMIA - A | + A

64,976 MI TONELADAS 13.03.2019 | 12h:47

Produção de grãos bate recorde em MT; Conab estima a colheita de 64,976 MI de toneladas

Por: Da Redação

ABR

ABR

Produção de grãos de Mato Grosso será 5,3% maior nesta temporada. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), os produtores colherão 64,976 milhões de toneladas na safra 2018/2019, o maior volume produzido no Estado e representa acréscimo de 3 milhões (t) sobre o ciclo passado, quando a colheita chegou a 61,713 milhões (t).

 

O algodão é a cultura que mais evoluiu, com produção prevista de 4,314 milhões (t), alta de 33,8% sobre a anterior. O crescimento é puxado pela ampliação da área plantada, que está estimada em 1,052 milhão de hectares, avanço de 35,3%. 

 

Alexandre Schenkel, presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), considera que a estimativa da Conab é positiva. Ele relata que os trabalhos no campo estão bem desenvolvidos porque a semeadura foi feita dentro da janela ideal de plantio, e as chuvas ajudaram no desenvolvimento das plantas. 

 

“É importante salientar que hoje 80% das lavouras são de produtores que já atuam com o algodão há mais de 10 anos. E essa perspectiva de crescimento se deve ao preparo que é feito por eles”, frisa. Schenkel destaca que os cotonicultores trabalham com bastante antecedência nos preparativos do plantio e comercialização da produção. 

 

Os produtores de algodão costumam vender até 65% da safra com até 18 meses de antecedência. Essa janela, dá a eles tempo para conseguir melhores preços de venda e para o custeio. “A lavoura cresceu nessa proporção porque até 12 meses atrás o preço do algodão estava melhor do que hoje. 

 

O produtor fez a venda com bastante antecedência e aproveitou os melhores momentos para fazer o travamento da venda”. Outra cultura será mais abundante nesta safra. 

 

Segundo a Conab, a colheita do milho deve ser 11% maior, com previsão de 29,3 milhões (t). O volume é resultado da ampliação de 5,8% da área (estimada em 4,758 milhões/ha) e do aumento de 4,9% na produtividade (de 6.157 kg/ha). Já a soja vai manter volume próximo ao do ano anterior, em 32,124 milhões (t). 

 

A baixa de 0,6% é motivada pela perspectiva de redução na produtividade, que passará de 3.394 kg/ha para 3.312 kg/ha (-2,4%), mesmo com o aumento de 1,9% na área, prevista em 9,699 milhões (ha). Cleverton Santana, superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, destaca que a ampliação da produção em Mato Grosso é resultado das condições climáticas favoráveis para esta safra. 

 

“No caso do milho 2ª safra, por exemplo, a produção estimada é maior que a da safra anterior, que teve problemas climáticos”. Por outro lado, ele destaca que a produção de girassol irá cair 29,3%, com a colheita de 72 mil (t). 

 

“Esta é uma cultura que em Mato Grosso atende a demanda da indústria, por isso tem variabilidade da produção de acordo com a demanda”. (Informações de A Gazeta)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:





















PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Tribuna - 20-03-19

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO




icon COTAÇÕES MT
Soja Disponível R$/sc 57,00
Algodão R$/@ 90,09
Boi a Vista R$/@ 135,00
Milho Disponível R$/sc 21,70
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet