icon Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

AGRO & ECONOMIA - A | + A

DESCONTOS 30.05.2019 | 11h:49

Três cidades de MT aderem à mobilização nacional do “Dia Livre de Impostos”

Por: Agência Brasil

Agência Brasil

Agência Brasil

As Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL’s) de Cuiabá, Rondonópolis e Sinop aderiram a mobilização nacional do Dia Livre de Impostos (DLI), uma ação promovida em diversos Estados brasileiros visando conscientizar a população sobre a alta carga tributária paga pelo cidadão.

 

No total, nas três cidades mato-grossenses, 229 empresas de vários segmentos estão participando do DLI, sendo 141 na capital, 53 em Sinop e 35 em Rondonópolis. Os descontos variam de 15% a 70% no preço de varejo. Entre a gama de produtos tributados, o maior impacto sobre o preço final é registrado nos itens de perfumaria (70%), enquanto que a menor é nos livros (15%).

 

Leia também - Fechamento de lojas volta a subir no país

 

De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/MT), que apoia totalmente as CDL’s de Mato Grosso que aderiram a mobilização, em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14º que mais arrecada impostos. “O brasileiro trabalha 153 dias por ano para pagar impostos. São bilhões arrecadados anualmente, segundo dados do Impostômetro e que tem um único destino: os cofres públicos”, afirmou o presidente da FCDL/MT, Ozair Bezerra.

 
 

Mobilização em 16 estados

 

Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL), está confirmada a participação de mais de 2 mil estabelecimentos em mais de 300 cidades, em 16 estados do país. Em Brasília, a adesão envolveu postos de gasolina, cinco shoppings, redes de farmácia, restaurantes, firmas de produtos para animais e comercializadoras de brinquedos. A CDL DF disponibilizou uma tabela com os estabelecimentos e produtos em desconto .

 

Desconhecimento

 

Pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que 74% dos consumidores entrevistados não procuram saber o quanto pagam de imposto. Apenas 26% vão atrás da informação, em práticas como a conferência da nota fiscal. Desde 2013, é obrigatório discriminar nas notas fiscais a parcela aproximada referente aos tributos de um determinado bem ou serviço.

 

Além disso, a pesquisa da CNDL ouviu micro e pequenos empresários sobre o nível de conhecimento dos encargos tributários em suas atividades. Dos entrevistados, metade não sabia dizer quanto do faturamento ia para o pagamento de impostos, 31% relataram ter uma noção aproximada e 14% afirmaram conhecer esse percentual.

 

Entre essa amostra de empreendedores, 65% defenderam uma reforma tributária no país. A avaliação de 90% foi de que o sistema tributário é injusto. Entre os consumidores ouvidos, 95% avaliaram a taxação de atividades comerciais no Brasil como pouco transparente.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
LEITE R$/l 1,09
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet