icon Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

BRASIL & MUNDO - A | + A

BRASIL 14.03.2019 | 16h:39

Mulher inventa câncer para não perder marido

Por: R7

Reprodução

Reprodução

A massoterapeuta Telma Cristina Saraiva, de 44 anos, moradora de Guará, no Distrito Federal, foi indiciada por estelionato pela Polícia Civil do DF, suspeita de fingir ter câncer para arrecadar dinheiro para arcar com falsos tratamentos. A mulher também enganou os três filhos, que têm de 15 a 20 anos, e os outros familiares. Quando a mentira foi descoberta, segundo as investigações, Telma disse que queria chamar atenção das pessoas que amava e salvar o casamento, pois o então companheiro havia pedido o divórcio.

 

Ainda de acordo com a PCDF, a mentira de Telma começou há cinco anos. O principal objetivo era evitar o fim do casamento. Com o passar o tempo, a mulher teria aproveitado da situação para conseguir doações em campanhas para comprar remédios e arcar com o tratamento. Ela dizia, em encontros de Organizações Não Governamentais (ONG) e pelas redes sociais, que já havia superado um câncer de mama e um Acidente Vascular Cerebral (AVC), agora lutava contra a doença no intestino.

 

Em setembro do ano passado, Telma foi vencedora do concurso Miss Superação, onde emocionou a todos com o discurso sobre sua luta contra os cânceres. A massoterapeuta chegou a receber, além de doações em dinheiro para os supostos tratamentos, peças de roupas, cestas básicas e até tratamento em um SPA. Nas redes sociais, com a #telmamisssuperacao, ela aparece em fotos de palestras motivacionais a mulheres que lutam contra algum tipo de câncer. Portanto, seu perfil oficial está fora do ar.

Mulher fingiu ter câncer por 5 anos

 

De acordo com o delegado Wislley Salomão, que investiga o caso, a mentira de Telma foi desfeita em 2018, pelos parentes, que já suspeitavam da farsa. Eles relataram que nunca a viram com sintomas das doenças que dizia ter. A mulher enganou também o marido e os três filhos, que mobilizados, chegaram a raspar os cabelos em apoio ao tratamento dela. A família não registou queixa, mas o marido já pediu a separação.

 

Apesar de todos esses anos de tratamento, Telma não apresentou nenhum laudo médicoque comprovasse a doença. “Ela fingia ir ao tratamento no hospital, mas com o tempo, a família ficou muito desconfiada. Ao ser descoberta, disse que mentiu porque queria chamar a atenção de quem a amava e, ainda, por não querer perder o marido (que à época, ameaçava pedir o divórcio)”, explicou o delegado ao Correio Braziliense.

 

A denúncia contra Telma chegou à Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf) na última semana, por meio da ONG Vencedoras Unidas. Ela frequentava o lugar desde outubro de 2018, onde chegou pedindo ajuda para pagar remédios quimioterápicos. Mesmo oferecendo o nome de um suposto médico que a tratava, as integrantes do grupo desconfiaram da atitude da mulher.

ONG denunciante repudia atitude de mulher que fingiu ter câncer

 

Por meio do perfil oficial no Facebook, a ONG Vencedoras Unidas repudiou o ocorrido e reafirmou que não compactua com a disseminação de informações falsas. “Em respeito às verdadeiras mulheres que lutam pela vida contra o câncer, a Associação Vencedoras Unidas está tomando todas as medidas protetivas necessárias. A Associação reitera o compromisso de continuar seus trabalhos primando sempre pela credibilidade das informações e respeito à vida, que são os pilares da ONG desde sua criação, em 2017”, conclui o texto.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 20/05/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO




icon COTAÇÕES MT
Milho Disponível R$/sc 21,70
Algodão R$/@ 90,09
Soja Disponível R$/sc 57,00
Boi a Vista R$/@ 135,00
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet