icon Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020

BRASIL & MUNDO - A | + A

08.12.2019 | 17h:41

No país com mais gado do mundo, pobre não pode comer carne, dispara Lula

Por: IG Política

Lula arrow-options
Agência Brasil
O ex-presidente Lula foi ao Twitter para questionar a alta no preço da carne bovina

No início da tarde deste domingo (8), o ex-presidente Lula foi ao Twitter para questionar a alta no preço da carne bovina no País, nas últimas semanas. Em tom de crítica ao governo atual, ele relembrou o passado e garantiu que nos anos em que foi presidente as pessoas mais pobres podiam comprar carne para o churrasco.

Preço da carne dispara no fim do ano. Entenda o motivo

O petista ainda lamentou o fato do Brasil ser o País com mais gado do mundo e passar por esses problemas.

"Não é possível que o Brasil seja o país com o maior rebanho de gado do mundo e o povo pobre não pode comprar carne. No meu tempo de governo o povo tinha orgulho de poder comprar picanha pro churrasco e hoje não consegue comprar meio quilo de carne moída", publicou em seu Twitter.

Preço da carne atinge maior nível dos últimos 30 anos

Há algumas semanas, os consumidores estão sentido no bolso o aumento do preço da carne bovina. A razão para o crescimento envolve, além do fator China, um momento de oferta restrita de bois no Brasil, um tradicional aumento da procura doméstica por carnes no fim do ano e o dólar cotado acima dos R$ 4, que aumenta ainda mais o ganho dos exportadores na hora de converter o dinheiro das vendas para real.

Carne atinge maior preço em 30 anos no Brasil com alta de exportações para China

Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), em menos de três meses o custo do contrafilé subiu 50% para os supermercados; o do coxão mole, 46%.

Por isso, o aumento foi repassado aos consumidores. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse, no fim de novembro, que os preços mais altos vieram para ficar.

Ministra contradiz Bolsonaro e afirma que preço da carne não deve cair

"Neste momento, o mercado está sinalizando que os preços da carne bovina, que estavam deprimidos, mudaram de patamar", afirmou, em nota publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo. Questionada se continua a consumir carne vermelha, respondeu em tom de brincadeira: "Estou comendo frango. Agora, é só frango".

Economistas não sabem até onde vai a pressão sobre o preço da carne no Brasil, mas garantem mais uns meses para que o mercado possa encontrar um equilíbrio.

"Com o Ano Novo Chinês, em janeiro, essa pressão se manterá", disse Sérgio Vale, economista-chefe da MB Associados, em entrevista à revista Exame. Em sua live semanal, transmitida pelo Facebook, Jair Bolsonaro explicou que o prazo é de no máximo quatro meses.



Fonte: IG Política
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
LEITE R$/l 1,08
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet