icon Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019

CIDADES - A | + A

REDUÇÃO DE HOMICÍDIO 01.12.2019 | 16h:32

Ação, prevenção e denúncias ajudaram a reduzir criminalidade em Mato Grosso

Por: Vivian Nunes/Especial para O Bom da Noticia

Em Mato Grosso, o crime de homicídio diminuiu 14% entre os primeiros dez meses de 2019. De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Públcia (Sesp-MT), por meio da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (Ceac), dentro desse período houve 678 mortes confirmadas, 107 a menos que no ano passado, quando foram confirmadas 785 mortes nesse mesmo período.

 

De acordo com o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Paulo Fortes, a redução do crime é resultado de um trabalho intensificado, que vem sendo feito em todo em todo Estado, por meio de monitoramento semanal da secretaria, junto com a Polícia Militar e a Polícia Civil. “As apurações por parte da Polícia Judiciária Civil e a prevenção por parte da Polícia Militar têm ajudado a combater esses crimes pontualmente”, destaca. 

 

O crime de homicídio diminuiu 14% entre os primeiros dez meses de 2019

 

A contribuição da sociedade por meio de informações e denúncias também tem congtribuindo efetivamente na elucidação dos crimes. Pois na medida que eles denunciam a prática desses crimes, a facilidade das forças de segurança de finalizar o caso é maior.

 

“A população de forma em geral tem receio, mas hoje nós temos vários instrumentos de disque-denúncia que a pessoa consegue denunciar e prestar alguma informação para a polícia, preservando sua identidade. Com isso ela acaba perdendo o receio e quando ela vê que a denúncia dela se resulta em uma possível elucidação do crime ou até mesmo em uma prisão, ela vai adquirindo confiança no trabalho e isso é muito importante para nós”, ressalta o coronel. 

 

Cuiabá registrou neste ano, vários crimes brutais de homicídio. Um deles envolveu uma mulher, usuária de droga, encontrada morta na quarta-feira (20), em uma casa no bairro Bandeirantes, na capital. O autor do crime, também usuário de droga, confessou o assassinato, dizendo que a vítima fazia programas sexuais para sustentar o vício, e durante o encontro dos dois, tiveram um desentendimento financeiro, que teria motivado o homicídio. 

 

Apesar da redução e de grande parte dos homicídios ter como atores da ocorrência, usuários de drogas como vítimas, na maioria das vezes as causas são motivos banais, como desentendimentos ou vingança. 

 

No interior do estado as operações também foram intensificadas e o secretário diz ainda que o trabalho segue ostensivo para impedir que a criminalidade aumente. 

 

“Temos deflagrado operações não só nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande, mas também em outras Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp), que abrangem as 141 cidades. Nosso foco tem sido trabalhar em frentes ostensivas e repressivas para impedir o avanço da criminalidade. Ressalto ainda que cada instituição que compõe o sistema de segurança pública tem se dedicado para melhorar os índices criminais, seja atuando na parte ostensiva, de investigação ou perícia e estas ações diárias refletem na queda nos registros nos crimes contra a vida e patrimoniais”. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
LEITE R$/l 1,08
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet