icon Domingo, 15 de Dezembro de 2019

CIDADES - A | + A

NO CENTRO DE EVENTOS 06.07.2019 | 11h:30

Congresso de medicina em Cuiabá recebe palestrantes do Reino Unido, Portugal e Uruguai

Evento contará com 5 mil participantes que discutirão as últimas tendências na área da saúde

Por: Lívia Pulcherio

De 10 a 13 de julho, Cuiabá sediará o Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade e receberá cerca de 5 mil participantes de todas as regiões do Brasil e de outros países que vão debater projetos, tendências, propostas e novas abordagens na área da saúde.    

 

Esta edição terá como tema central “A Saúde em suas Mãos: Boas Práticas na Medicina de Família e Comunidade”. Entre debates, conferências, oficinas e palestras serão aproximadamente 16 atividades realizadas simultaneamente, totalizando mais de 60 conteúdos abordados por dia, tratando de assuntos variados. 

 

Alguns dos destaques são: Doença Mental na Atenção Básica; Cuidados da População LGBT; Violência Doméstica; Integrando a Medicina Oriental e Ocidental; Cuidados com Pessoas em Situação de Rua; Espiritualidade e Saúde; O Papel Social do Médico; a Mercantilização da Saúde; Saúde Prisional e Abordagens do Etilismo.    

O congresso é voltado para todos os setores da saúde, pois muitos dos temas a serem abordados são de interesse geral

 

O evento será realizado no Centro de Eventos do Pantanal e contará com a presença de mais de 250 conferencistas, dentre eles a inglesa Iona Heath, médica, ex-reitora da Universidade de Clínica Geral do Reino Unido e articulista da Revista Médica Britânica, que falará sobre violência e seus impactos na saúde; doutor Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral, que discursará sobre experiências da Atenção Primária em outros países; e a uruguaia Jacqueline Ponzo, médica de Família, mestre em Epidemiologia, professora da Universidad de La República e atual presidente da Confederação Iberoamericana de Medicina Familiar, que participará como convidada de 4 mesas redondas.    

 

Dos palestrantes brasileiros, sobressaem o doutor Daniel Knupp, mineiro, especialista em Medicina de Família e Comunidade, mestre pela Fiocruz e atual presidente da Sociedade Brasileira de Medicina e Comunidade (SBMFC), que falará dos incentivos à Atenção Primária; e a professora doutora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Maria Inez Padula, presidente da Confederação Iberoamericana de Medicina Familiar CIMF/WONCA  nos anos de 2013 a 2018 e presidente da SBMFC de 2004 a 2008, que vai ministrar oficinas e debates.     

 

Para a presidente do 15° Congresso de Medicina de Família e Comunidade e presidente da Associação Mato-Grossense de Medicina de Família, doutora Sofia Bernardo, a especialidade médica em Medicina de Família e Comunidade vem cada vez mais ganhando notoriedade pela sua importância no atual contexto em que vive a sociedade. 

 

“A segmentação médica se faz necessária pelo volume de conhecimento, mas também há a necessidade de abordar o ser humano de forma integral, relacionando sua saúde com sua história de vida, sua família, o ambiente que frequenta”.     

 

Anteriormente, a Medicina de Família e Comunidade era uma área voltada ao atendimento do SUS, mas vem conquistando espaços nos atendimentos particulares e nos planos de saúde. O médico que consulta por essa especialidade está apto para o atendimento de todas as faixas etárias, da criança ao idoso, da gestante ao recém-nascido. 

Esta edição terá como tema central “A Saúde em suas Mãos: Boas Práticas na Medicina de Família e Comunidade”

 

“Por isso, a valorização do médico de família, tanto pelo Sistema Único de Saúde quanto pelos planos e cooperativas, mas também pela necessidade que as pessoas têm de se relacionarem com médicos que criam vínculos, laços de confiança, como era com os antigos médicos que iam às casas dos pacientes”, esclarece a doutora.    

 

O congresso é voltado para todos os setores da saúde, pois muitos dos temas a serem abordados são de interesse geral. “A Medicina de Família é uma área que entende a importância da multidisciplinaridade na atenção e no cuidado do paciente, então sempre há diálogo, tanto com o paciente que participa das decisões de sua saúde quanto com outras especialidades médicas e enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e quantos forem necessários. O médico é apenas uma parte do processo do tratamento”, explica o professor mestre Cleo Borges, coordenador da residência de Medicina de Família e Comunidade da UNIC-HGU e membro da comissão organizadora do Congresso.    

 

Segundo os organizadores, há 10 anos eles vêm tentando promover o evento em Cuiabá. E a expectativa é grande por trazer o evento para a capital mato-grossense. Tanto pela grandiosidade do congresso quanto pelas atividades extras, incluindo ações que promoverão a divulgação de pontos turísticos e da cultura regional, como corrida pelo Parque das Águas, campeonato de futebol entre os participantes e apresentações artísticas locais.  

 

O quê: 15° Congresso de Medicina de Família e Comunidade  

Onde: Centro de Eventos do Pantanal 

Quando: 10 a 13 de julho  

Pra quem: profissionais e estudantes da área da saúde 

Informações: www.cbmfc2019.com.br   

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Wanderson Aguiar de Lima - 04/07/2019

Como fasso a inscrição desse congresso?

1 comentários

1 de 1

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
LEITE R$/l 1,08
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet