icon Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

CIDADES - A | + A

BANDEIRA VERMELHA 11.08.2019 | 17h:10

Consumidores precisam ficar atentos com leitura por estimativa neste mês de agosto

Por: Marcio Camilo - O Bom da Notícia

Rafael Medeiros

Gisela Simona, procon

 

A superintendente do Procon de Mato Grosso, Gisela Simona, destaca que, durante o período da bandeira vermelha, os consumidores precisam ficar atentos com a leitura por estimativa, que pode dobrar o valor da conta de luz de um mês para o outro.

 

Desde 1° de agosto que a Energisa passou a cobrar a taxa de bandeira vermelha na conta de luz, que terá o aumento extra de R$ 4 a cada 100 quilowatts-hora consumidos (kWh).

 

Diante do cenário, Gisela destaca que é importante que as pessoas tenham cautela no consumo para não se assustarem com as faturas.

 

Ressalta que os consumidores precisam ficar atentos se a Energisa de fato está fazendo a leitura de consumo do imóvel ou se a medição é por estimativa. 

Nós temos muito problema com a leitura por estimativa e na verdade quando no mês seguinte, por exemplo, a Energisa vai até a sua casa e faz a leitura efetivamente, você tem um resíduo a pagar não só do mês vigente, mas do mês anterior que não foi pago, pela falta de medição

 

“Porque nós temos muito problema com a leitura por estimativa e na verdade quando no mês seguinte, por exemplo, a Energisa vai até a sua casa e faz a leitura efetivamente, você tem um resíduo a pagar não só do mês vigente, mas do mês anterior que não foi pago, pela falta de medição. Então isso torna muito onerosa a sua conta e isso acontece porque há uma má prestação de serviço da empresa nesse sentido”, explicou Gisela. 

 

Acrescenta que a Energisa as vezes deixa de contratar mais pessoas, “e por causa disso não faz a leitura todos os meses de todos os consumidores”. Segundo ela, esse procedimento deveria ser uma regra e não exceção, principalmente na área urbana. 

 

Gisela acrescenta ainda que em relação a Energisa, a grande reclamação que chega ao Procon continua sendo a cobrança indevida, que, em muitos casos, a conta de luz chega a dobrar de um mês para o outro. 

 

Reprodução

energisa

 

Ressalta que isso tem ocorrido justamente pela falta de leitura presencial, quando ocorre a cobrança por estimativa.

 

No mês seguinte, explica Gisela, quando é feita a medição na casa da pessoa, o valor da conta praticamente dobra, “porque entra no cálculo o consumo do mês passado que não foi aferido pela concessionária”. 

 

A bandeira vermelha foi anunciada no final de julho pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Ela é comum a partir do mês de agosto, considerado um período de escassez de chuva, com tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios. Esse cenário, conforme a agência, requer o aumento da geração termelétrica.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
LEITE R$/l 1,09
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet