icon Domingo, 18 de Agosto de 2019

CIDADES - A | + A

ENTREVISTA COM EDIVALDO RIBEIRO 15.07.2019 | 09h:00

Fabbriani: Cuiabá terá 61% de coleta e tratamento de esgoto até dezembro; 91% até 2024

Por: Rafael Machado - O Bom da Notícia

O Bom da Notícia

O Bom da Notícia

Com investimos em estações de tratamento de esgotos em Cuiabá, a concessionária de água e esgoto, Águas Cuiabá, afirma que a Capital terá 61% de coleta e tratamento de esgoto em toda a região da cidade. A informação foi dado pelo diretor-presidente da Concessionária, Luiz Fabbriani, em entrevista ao jornalista Edivaldo Ribeiro ao site O Bom da Notícia’.

 

Recentemente, a Águas Cuiabá investiu R$ 40 milhões em melhorias na Estação Elevatória da Prainha e na Estação de Tratamento de Esgoto Dom Aquino com a intenção de elevar o tratamento de esgoto de 100 litros pra 350 litros por segundo, em 16 bairros próximos da região da Prainha.

 

Fabbriani diz que os serviços de esgotos serão acrescidos na fatura mensal juntamente com a quantia ao consumo de água.

 

“A partir de agosto, toda a região da Prainha que está recebendo toda a nossa equipe de comunicação, de relações comunitárias estão indo com um folder, com informe publicitário, informando que graças a Deus não estamos poluindo mais o Rio Cuiabá, ou seja, essa região toda dos 16 bairros elas estão sendo agora tratados por meio dos R$ 40 milhões de investimentos”, disse.

 

Ele recorda que no termo de ajustamento de conduta, assinado em 2017, com a Prefeitura de Cuiabá, estava acordado investimentos no saneamento básico na quantia de R$ 1,2 bilhão em sete anos. Destaca que nos últimos dois anos foram aplicados mais de R$ 300 milhões.

 

O diretor-presidente da Águas Cuiabá destacou também que a zona urbana, 100% das casas que são regularizadas, estão com cobertura de água.

 

Ele ainda relembrou que ao iniciar os serviços na Capital detectaram 13 estações de tratamento de água e 54 estações de tratamento de esgoto e ao dar início ao planejamento de ação foi decido atuar com quatro sistema de esgotamento sanitário e oito estações de tratamento de água.

 

“Com essa visão fizemos os projetos que eram os projetos emergencias e aí tivemos a entrega do Ribeirão do Lipa nesse anos com o último reservatório que é vitrificado, tem camadas de vidro, e isso dá uma manutenção baixíssima e de longa durabilidade para o equipamento”, frisou.

 

Veja a entrevista completa ao O Bom da Notícia:

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Milho Disponível R$/sc 21,70
Soja Disponível R$/sc 57,00
Boi a Vista R$/@ 135,00
Algodão R$/@ 90,09
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet