icon Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

CIDADES - A | + A

CORRENTE DO BEM 17.09.2019 | 20h:00

Irmãos apostam em PNL para acelerar aprendizagem nas escolas públicas

Por: Thais Lenzi Ribeiro

Foto: Kelvyn Thiago

Foto: Kelvyn Thiago

‘Gratidão’! Foi com esse sentimento que os irmãos - a advogada Keury Ketlin de Araújo Oliveira de 26 anos e Brian Jousther de Araújo Oliveira de 20 anos, estudante do 4º ano de Direito, iniciaram o projeto Neurolinguistas, direcionado aos alunos das escolas públicas em Mato Grosso, onde ensinam como e qual a melhor forma de aprender os conteúdos escolares.

 

Para dar o pontapé inicial ao projeto, os dois escolheram a Escola Estadual Dione Augusta, no bairro CPA IV. Assim, no ultimo sábado(14), dividiram os debates em duas turmas, no formato de palestra com duração de três horas.

 

A escolha pela escola não é mera coincidência, afinal são ex-alunos e decidiram, assim, retribuir todos os benefícios que obtiveram por meio da excelência do ensino proporcionado pela instituição.

 

Abre uma  reflexão de que as palestras se extendam aos professores, dando a eles uma noção de como abordar essas percepções e ajudar os alunos a identificarem a melhor maneira para estudar.

Com muito bom humor, Brian abordou um assunto sério e de grande relevância, com descontração, ao relatar 'as suas dores e atuação como estudante do sétimo ano da escola Militar Tiradentes, na época, considerado como o segundo pior aluno, tendo suas atividades de punição garantidas diariamente. Ainda que, internamente, sempre tenha acreditado que poderia mudar este cenário. 

 

Assim, após várias pesquisas, encontrou métodos que possibilitaram uma transformação considerável na capacidade de assimilar e absorver conteúdos, passando assim do segundo pior para o quarto melhor da escola já no primeiro ano do ensino médio.

 

 Já a irmã, Keury, apontou a velha crença de que inteligência seria um dom, para brincar com a idéia de que algumas pessoas sofrem com a Síndrome de Gabriela, “eu nasci assim, vou crescer assim, eu sou mesmo assim, vou ser sempre assim...”. Revelando que, bem ao contrário, é possível desenvolver habilidades e obter grandes resultados no aprendizado com técnicas e ferramentas, longe desta idéia de 'mente privilegiada'.

 

O objetivo do projeto é exatamente esse, apresentar aos alunos essas possibilidades para facilitar no processo de aprendizado. Ao entender que o contato com o mundo se dá por meio dos sentidos, audição, visão, tato, olfato e paladar. Sobretudo, que cada pessoa tem seu canal representacional mais predominante, ou seja, uns são mais visuais, outros mais auditivos e outros mais sinestésicos. Enfim, cada um com suas particularidades. 

 

Tendo conhecimento deste processo, tanto os alunos como os professores identificam os melhores meios para aprender e ensinar. 

 

Keury e Brian são trainer em Programação Neurolinguística fazem parte da primeira turma formada pelo instituto ELO, com certificação internacional. 

 

A Programação Neurolinguística tem como base a neurociência e oferece um conjunto de ferramentas e técnicas de comunicação, desenvolvimento pessoal e psicoterapia. Este método trabalha com a conexão entre os processos neurológicos (neuro) linguagem (linguística)e os padrões comportamentais aprendidos por meio da experiência (programação), que podem ser alterados para atingir objetivos específicos na vida.

 

Ao terem suas vidas transformadas por este método, nasceu um enorme desejo de ajudar os estudantes que passam por esses desafios, ao pontuar que suas vidas teriam sido diferentes se tivessem [naquele período escolar], acesso a essas técnicas. 

 

Apesar do grande desafio de palestrar num sábado, às 8 horas da manhã, para 200 alunos da rede pública, eles acabaram se saindo muito bem.  

Conseguindo prender a atenção da turma, passando ensinamentos valiosos que contribuirão muito para a vida acadêmica e pessoal de cada aluno que teve a oportunidade de desfrutar desses conhecimentos.

 

Sob este diálogo, professores e coordenadores, igualmente, se beneficiaram. E sabendo, agora, que cada aluno tem suas particularidades, desta forma vão criar alternativas mais eficazes de comunicação , como forma de se fazerem melhor compreendidos por todos. 

 

Ao site O Bom da Notícia o professor de sociologia Leonardo Yamamura, de 27 anos formado pela Universidade Federal de Mato Grosso, em Ciências Sociais, revelou que a iniciativa dos irmãos foi de grande importância. E que como professor está sempre atento às novas metodologias para passar aos alunos dicas que facilitem o processo de aprendizagem, principalmente aos alunos do 3º ano que estão prestes a fazer o vestibular.

 

“Da perspectiva de professor acho que o que marca bastante é entender que cada aluno tem uma forma de aprendizagem, e quanto mais diversas são essas metodologias que abordamos nas didáticas, dentro de nossas práticas docentes, melhor é para gente. Pois, assim, podemos contemplar essa diversidade de percepção: cinestésica, auditiva e visual”. 

 

Já de acordo com a coordenadora Jaqueline Vila Barth, esta foi uma oportunidade única, uma vez que a escola nunca teve uma equipe para trabalhar esse tema. Abre uma reflexão de que as palestras se extendam aos professores, dando a eles uma noção de como abordar essas percepções e ajudar os alunos a identificarem a melhor maneira para estudar.

 

“Sou coordenadora do período matutino onde estão os alunos na faixa de 15 a 18 anos. Assim, as palestras foram importantes, porque muitos deles já estão no mercado de trabalho, já estão tendo outras experiências, fora da questão pedagógica. Assim, esse conhecimento fará muito bem para eles também lá fora”.

 

Mariana Eduarda Barbosa Santiago, estudante do 1º ano do ensino médio, conta que se identificou muito com a palestrante Keury, por ter a mesma predominância em seu canal representacional, o visual. 

 

"A palestra foi maravilhosa para mim que penso em fazer faculdade de Direito, agora entendo como otimizar meus estudos para ter um melhor desempenho no vestibular. Isso me ajudou bastante porque eu sou um tipo de pessoa que se eu não tirar 10 , fico muito abalada. Aprendi agora que, no entanto, preciso utilizar com mais habilidade este canal, assegurando que a energia possa ser canalizada em outros setores da minha vida".

GALERIA DE FOTOS

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Lucy - 18/09/2019

Parabéns aos irmãos pela iniciativa. Tive um pequeno contato com o conhecimento que eles aplicam e fiquei impressionada com a capacidade de levar o ouvinte a refletir sobre temas que antes ficam na mão do acaso. Tenho certeza que eles plantaram sementes preciosas no futuro destes adolescentes e estas certamente darão bons frutos.

1 comentários

1 de 1

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
LEITE R$/l 1,09
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet