icon Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020

CIDADES - A | + A

ENSINO PÚBLICO 04.12.2019 | 11h:51

Liceu Cuiabano completa 140 anos de história e referência em educação

Por: O Bom da Notícia

Reprodução/Web

Reprodução/Web

A mais antiga e tradicional instituição de ensino médio de Mato Grosso, a Escola Estadual Liceu Cuiabano Maria de Arruda Muller, completa, nesta terça-feira (03.12), 140 anos de criação. São 14 décadas de história e referência educacional, o que faz da escola uma das mais procuradas de Cuiabá.

 

Por ali já passaram várias personalidades ilustres de Mato Grosso, entre elas o marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, o ex-presidente Eurico Gaspar Dutra e os ex-governadores do Estado, Júlio Campos e Dante Martins de Oliveira.

 

Localizada na Avenida Presidente Marques, no bairro Quilombo, a escola Liceu Cuiabano possui uma arquitetura privilegiada e imponente. O prédio da escola foi construído em 1944 pelo interventor de Mato Grosso Júlio Muller, cuja esposa, a professora Maria de Arruda Muller, seria homenageada mais tarde com seu nome dado à unidade.

 

Porém, a Escola Liceu Cuiabano foi criada bem antes dessa data, no final do século 19. Antes de ganhar a sede no bairro Quilombo, a escola funcionou em outros lugares, entre eles no prédio onde hoje é o Ganha Tempo, no Centro.

 

Atualmente, a instituição atende cerca de 1.500 alunos no ensino médio, distribuídos nos três períodos. Para fazer esse atendimento, a escola conta com 85 profissionais, sendo 60 professores.

 

Segundo o coordenador pedagógico da escola, professor de geografia Francisco de Assis Ferreira, durante todo o processo de sua existência, a estimativa é de que a unidade já tenha atendido mais de 150 mil alunos.

 

“Acredito que o Liceu constituiu um diferencial em razão da sua proposta pedagógica, pois é uma escola que valoriza muito o ensino e a aprendizagem através dos projetos e isso é de suma importância dentro do contexto educativo da unidade”.

 

Para a diretora da escola, Solange Bernardes Veggi, ocupar esse cargo é uma responsabilidade muito grande, principalmente pela referência histórica e pedagógica que a unidade tem.

 

“Nós temos um compromisso com a comunidade que é manter a tradição de uma escola com referência em qualidade. Boa parte dos nossos estudantes são filhos de ex-alunos ou tem algum parente que já estudou aqui e eles cobram isso”.

 

Diretora da escola, Solange Bernardes Veggi

 

A diretora destaca ainda sobre a arquitetura do prédio, que chama a atenção de quem passa por ali. “Além da referência na parte pedagógica, a escola é também um ponto turístico de Cuiabá, pois muitas pessoas vêm até aqui para conhecer o prédio, que é um patrimônio histórico da cidade”.

 

Orgulho

 

Professora de história Maria do Espírito Santo Ckefer lembra que foram construídas no Brasil cinco escolas Liceu Cuiabano e Cuiabá foi uma das cidades beneficiadas com essa obra, o que a torna uma escola histórica do Brasil. Em 1985 foi tombada como Patrimônio Histórico de Mato Grosso.

“Estou há 12 anos trabalhando nessa escola e pra mim isso tudo é muito rico. Aqui nós trabalhamos pautando os estudantes com conteúdos para que saiam daqui preparados para entrar em uma universidade”.

 

Também professora de história, Claudia Noemia Souza, que há 20 anos leciona na escola, se considera parte da história da escola. Ela conta que também foi aluna do Liceu, onde estudou da 5ª a 8ª série. Saiu de lá para fazer o ensino médio no Instituto Federal de Mato Grosso (antiga Escola Técnica) e logo depois cursou história na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Após se formar, retornou para o Liceu como professora.

 

“Para mim comemorar 140 anos dessa instituição é muito emocionante, primeiro porque sou ex-aluna e segundo porque já vou completar 20 anos de serviços prestados aqui, onde procurei fazer o meu melhor para manter tradição da escola”.

 

“Trabalho nessa escola há 36 anos e aqui me sinto em casa, como numa família. É uma escola acolhedora e todos têm muito respeito uns pelos outros”, ressalta o apoio administrativo educacional Eloi Barbosa Lima.

 

Também servidora de carreia e prestes a se aposentar, a técnica administrativa educacional Marlene Amorim, diz que é muito gratificante fazer parte do quadro de pessoal da escola. “Trabalho aqui há 35 anos, ou seja, toda a aminha carreira pública foi dentro dessa escola e para mim foi um aprendizado. Estou muito feliz em encerrar a minha carreira aqui”.

 

Centro de Memórias do Liceu Cuiabano

 

Conforme informou o coordenador Francisco de Assis, por meio de uma emenda parlamentar da Assembleia Legislativa, a escola vai criar, este ano, o Centro de Memórias do Liceu Cuiabano.

 

“Todo o registro histórico que nós temos e que estão se perdendo ao longo do tempo serão recuperados e isso representa um marco para o Liceu Cuiabano enquanto instituição de ensino que foi tombada como patrimônio histórico”.

 

Esse trabalho, segundo o professor, será feito em parceria com a UFMT. “A história das pessoas que passaram por aqui e dessa instituição e a importância dela para o contexto do município e do Estado é algo que não podemos perder”.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
LEITE R$/l 1,08
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet