icon Quarta-feira, 17 de Julho de 2019

CIDADES - A | + A

AVASSALADOR, MORTAL 06.01.2019 | 15h:00

Mato Grosso registra aumento de pessoas infectadas pelo HIV

Por: Rafael Medeiros, da Redação

O Bom da Notícia

O Bom da Notícia

Mato Grosso registrou um aumento significativo no número de pessoas infectadas pelo vírus HIV (Imunodeficiência Humana). Levantamento realizado pelo Ministéro da Saúde aponta que a incidência do caso no Estado 905% nos últimos 10 anos.

 

Segundo o Boletim epidemiológico divulgado em dezembro, de 76 notificações em 2007, Mato Grosso passou para 764 em 2018. Somente nos dois últimos anos, 2017 e 2018, o crescimento foi de 32%. Mato Grosso registrou 871 pessoas infectadas com o vírus HIV e 434 pessoas desenvolveram a AIDS, ou seja, o vírus que estava encubado reagiu e a pessoa ficou doente. 

 

Os dados apontam ainda que em 2017, cerca de 210 moradores do Estado morreram em razão de complicação da AIDS.   

 

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde – SES, em 2018 Mato Grosso registrou 26,2 casos de HIV a cada 100 mil. Jovens entre 20 e 29 anos tem a maior taxa de detecção com registro de 52,7 jovens a cada 100 mil. 

 

Em relação ao sexo, 71,9% dos casos no estado são em Homens e 28,1% em Mulheres. Mato Grosso ocupa a 11ª posição no pais no ranking que considera todos indicadores da Aids (detecção, mortalidade e outros) e entre as capitais Cuiabá aparece em 7º lugar. Já no ranking dos 100 municípios com mais de 100 mil habitantes Rondonópolis e Cuiabá aparecem em 16º e 42º lugar respectivamente em relação aos casos de Aids.

 

No Brasil, em 2017, foram 42.420 novos casos de HIV. De 2007 até junho de 2018, foram notificados no Sinan 247.795 casos de infecção pelo HIV. Destes, 68,6% eram homens e 31,4% mulheres. A maioria dos casos encontra-se na faixa etária de 20 a 34 anos, com percentual de 52,6% dos casos; 46,1% dos casos ocorreram entre brancos e 52,9% entre negros.    

 

Ao O Bom da Notícia Maria Dolores Marcondes, 82 anos, comenta que o vírus já foi avassalador, mortal e temido, principalmente nas décadas de 80 e 90. 

 

“Neste universo de combate ao HIV, está faltando consciência e iniciativa por parte dos jovens que se aventuram na noite, na balada e no mundo do sexo”, comenta a idosa. 

 

Outro dado surpreendente é a grande quantidade de mulheres grávidas com a doença. Mais de 178 em todo Estado, ou seja, a AIDS está sendo banalizada e a família sendo contaminada. 

 

“A população não se ateve ao tamanho da epidemia. Desde os preservativos, a testagem e todo o tratamento está disponível na rede pública”, destaca Valéria Francischini, técnica da SES na área de IST(Infecções Sexualmente Transmissíveis). 

 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde quanto ao aumento dos casos diagnosticados da infecção por HIV pode-se sugerir que ainda existe falta de conhecimento da população quanto a possibilidade de realização do exame.

 

A prefeitura de Cuiabá e o Estado, oferecem o teste rápido para detectar se a pessoa está contaminada com o vírus e todo o tratamento é bancado pelo Sistema Único de Saúde, incluindo consultas e medicamentos. 

 

HIV   

 

O HIV, sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As mais atingidas são as células brancas de defesa, os leucócitos. O vírus se insere dentro do DNA destas células e faz milhões de cópias de si mesmo, rompendo a célula em busca de outras para continuar a infecção.  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Soja Disponível R$/sc 57,00
Algodão R$/@ 90,09
Boi a Vista R$/@ 135,00
Milho Disponível R$/sc 21,70
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet