icon Sábado, 24 de Agosto de 2019

CIDADES - A | + A

EM CUIABÁ 01.07.2019 | 11h:27

UFMT amanhece sem energia; reitoria nega que tenha sido cortada

Por: Ana Adélia Jácomo

Reprodução/Web

Reprodução/Web

A Universidade Federal de Mato Grosso amanheceu nesta segunda-feira (1), sem energia. De acordo com a coordenadora de jornalismo Selma Alves, um problema nos geradores causou a queda no fornecimento e a expectativa é que até o período vespertino o abastecimento esteja regularizado.

 

Selma negou que a queda da energia tenha sido causada por falta de pagamento, já que as contas em atraso já foram negociadas com a Energisa. No entanto, ela não soube especificar o valor dos débitos e nem as condições do parcelamento. Veja nota oficial na íntegra no final da matéria.

 

“Realmente a universidade está sem energia, mas não é por falta de pagamento. Ocorreu um problema em dois geradores de energia, que queimaram. Técnicos já estão trabalhando para regularizar o problema”, disse ela ao ‘O Bom da Notícia’. 

 

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Myrian Thereza Serra, tem afirmado sistematicamente que o bloqueio, na ordem de R$ 34 milhões do orçamento anual impactaria diretamente no funcionamento da UFMT.

 

O temor era de que o corte de energia fosse consequência do bloqueio de recursos anunciado pelo Governo Federal recentemente. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou o contingenciamento de 30% dos repasses para a Educação. 

 

Segundo Myriam, a UFMT pode ter dificuldades para pagar luz, água e outros custeios básicos. Sem o corte, a UFMT previa um orçamento anual de R$ 1 bilhão. 

 

Confira a nota oficial da UFMT:

 

"A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) comunica que a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) já trabalha para resolver o problema da queda de energia ocorrida na manhã desta segunda-feira (01), no Câmpus de Cuiabá. Segundo a Secretaria, o problema foi ocasionado pelo rompimento de um condutor dentro da cabine de entrada de energia, sendo necessária a sua troca, ação que já está sendo executada pela equipe técnica. A previsão é de que o reestabelecimento da energia aconteça no período da tarde. Devido ao contratempo, a UFMT, por meio da Pró-reitoria Administrativa (Proad), informa que não haverá o fornecimento de almoço no Restaurante Universitário (RU). No entanto, é previsto que, após a conclusão da troca do condutor, o serviço de jantar será retomado. A UFMT agradece a compreensão de todos". 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Milho Disponível R$/sc 21,70
Algodão R$/@ 90,09
Soja Disponível R$/sc 57,00
Boi a Vista R$/@ 135,00
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet