Igreja Batista Getsemâni

Wilson Santos não comenta áudio que comprovaria sua ligação com extorsão

Ana Adélia Jácomo/ O Bom da Notícia

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (14), por meio de sua assessoria, que não irá se pronunciar sobre áudio divulgado pelo O Bom da Notícia, onde o ex-marqueteiro de campanha, Kleber Lima, afirma ter sido procurado pelo tucano, como emissor do empresário e publicitário Júnior Brasa. A gravação é datada de 8 de novembro de 2018.

 

Wilson afirmou que não tem nada a acrescentar além do que já foi dito à Polícia Federal. Ele prestou depoimento na sede do órgão em Cuiabá nesta quarta-feira (13). Ele e Kleber foram arrolados como testemunhas de defesa da senadora Selma Arruda (PSL). No entanto, ambos negaram ter conhecimento sobre qualquer tentativa de ‘acordo’ extra-judicial com Brasa, que é proprietário da Genius At Work Produções Cinematográficas Ltda.

 

“Tenho quase 40 anos de vida pública e nunca me deparei com uma situação dessa. Depus e eu e Kleber Lima.  Nós, nunca da parte do empresário Junior Brasa, presenciamos nenhuma extorsão. Eu votei na senadora Selma. Trabalhei por ela, usei o nome dela em meus materiais até a retal fina. Foi uma surpresa. Ela deve estar usando isso em sua defesa, mas não vai encontrar guarida. Não tenho a menor noção de onde ela tirou isso”, disse o tucano após deixar a sede da PF. 

 

Ocorre que Selma é alvo de uma ação judicial, interposta pelo empresário e publicitário Júnior Brasa, que pode culminar em cassação do seu mandato. Brasa diz ter recebido R$ 1.030 milhão, mas que ainda restou uma dívida de R$ 1.160.731,82, incluindo uma multa por rescisão de contrato. A senadora alega ser vítima de extorsão.

 

A gravação onde Kleber dá o recado de Wilson foi enviada para a Polícia Federal. Segundo a mensagem, a senadora poderia fazer um “acordo” com o publicitário Jr Brasa cobrando R$ 600 mil, por um saldo de contrato de menos de R$ 100 mil. 

 

A proposta foi feita cinco dias antes da primeira audiência da Ação de Investigação Judicial (AIJE), movida pelo candidato derrotada ao Senado, Sebastião Carlos (Rede), realizada em 13.11.2018, onde o publicitário Jr Brasa foi testemunha chave contra a senadora Selma Arruda. OUÇA O ÁUDIO AQUI.


Fonte: O Bom da Noticia

Visite o website: http://www.obomdanoticia.com.br