Igreja Batista Getsemâni

Varejo cuiabano faz balanço positivo das vendas de pascoa

AG

Reprodução

Reprodução

Após queda nas vendas em 2018, comércio registrou resultado positivo na Páscoa deste ano. Nesta segunda-feira (22), 1 dia após a comemoração, era difícil encontrar ovos de chocolate nas gôndolas. Uma rede de supermercados de Cuiabá e uma loja de departamentos vendeu todo o estoque. Em outra rede, os ovos que restaram passaram a ser vendidos com descontos que chegam a 50%.

 

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indicam que vendas na Páscoa tiveram alta de 1,29%, depois de um recuo de 0,34% em 2018 e alta de 3,34% em 2017. Entre 2015 e 2016, as vendas caíram 2,24% e 13,34%, respectivamente. Izilda Maria da Silva, gerente regional de uma rede de supermercados, informa que a empresa teve crescimento de 2,3% na venda de ovos este ano. Foi a 1ª expansão, já que o produto registrou queda nas vendas nos anos anteriores. 

 

Leia também - Oferta de ovos cai, preços também

 

A empresa também teve alta de 14% na comercialização de peixes e de 15,5% na espécie bacalhau. Os ovos de Páscoa acabaram no fim de semana em todas as 10 lojas da rede. Em uma outra rede atacadista, as parreiras de ovos também estão vazias. Até mesmo barras e bombons tiveram crescimento de 10% este ano, de acordo com o gerente regional Gustavo Rodrigues Desiderio. 

 

A Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat) informa que ainda não há um balanço oficial do volume de comercialização da Páscoa deste ano. De acordo com o presidente da Asmat, Alessandro Morbeck, algumas lojas do Estado venderam todo o estoque, enquanto outras precisarão promover a venda com promoções no estilo “pague 1 leve 2”. 

 

Em uma loja de departamentos localizada no Centro de Cuiabá, ainda são encontrados ovos de Páscoa com até 50% de desconto. Há unidades de 150g que eram comercializadas por R$ 39,99 e agora saem por R$ 19,99 para o consumidor. Há também ovos mais baratos de 120g que saem de R$ 9,99 por R$ 5,99 e os tabletes de chocolate (100g) que baixaram de R$ 4,99 para R$ 2,99. (Reportagem de Karina Arruda)


Fonte: O Bom da Noticia

Visite o website: http://www.obomdanoticia.com.br