icon Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019

O BOOM DA NOTÍCIA - A | + A

ELEIÇÕES CHEGANDO 15.10.2019 | 22h:51

Abílilinho é acusado de desacatar mais de 11 servidores de Pinheiro; Câmara mais uma vez recebe pedido de cassação

Por: O Bom da Notícia

Reprodução/Web

Reprodução/Web

Diretor do Hospital Municipal São Benedito, Oséas Machado, protocolou junto à Mesa Diretora da Câmara de Cuiabá pedido de cassação do mandato do vereador Abílio Júnior (PSC), por quebra de decoro e a consequente inelegibilidade.  A peça relata que o parlamentar se comportou de forma inadequada, desacatando e constrangendo o próprio Oseás e outros servidores, ao fiscalizar a unidade de saúde em setembro do ano passado. 

 

Essa é o terceiro pedido de cassação contra o vereador Abilinho, que ironiza e pede até música pela 'palhaçada'.  A inelegibilidade acarretada pela possível cassação inviabiliza o projeto político de Abílio em 2020. Isso porque o vereador já se lançou pré-candidato a prefeito de Cuiabá.

 

No pedido de cassação, Oséas ainda elenca episódios em que Abílio ofendeu  pelo menos 11 colegas vereadores em plenário, nas redes sociais e em entrevistas a diversos veículos de comunicação, além de fazer acusações sem provas e atacar a imagem do Legislativo Cuiabano. A peça conta com diversos anexos para comprovar as denúncias.

 

Os vereadores citados como vítimas de Abílio são Adevair Cabral (PSDB), Renivaldo Nascimento (PSDB), Misael Galvão (PSB), Chico 2000 (PL), Toninho de Souza (PSD), Adilson da Levante (PSB), Clebinho Borges (DC), Mário Nadaf (PV), Marcos Veloso (PV), Doutor Xavier (PTC) e Juca do Guaraná Filho (Avante).

 

O pedido de cassação já está sob responsabilidade do vereador Toninho de Souza, presidente da Comissão de Ética. A peça está sendo analisada pela Procuradoria da Câmara, que deve emitir parecer sobre a legalidade do documento ainda nesta semana. 

 

Caso o pedido de cassação atenda os requisitos legais, Toninho escolherá o relator e dará andamento ao processo. Os membros da Comissão de Ética, que podem atuar no caso, são Marcrean Santos (PRTB) e Vinicyus Hugney (PP).  

 

Abílio se defendeu em vídeo postado nas redes sociais citando o exemplo do deputado federal André Janones (Solidariedade-MG). O parlamentar mineiro também enfrenta processo de cassação e alega ser perseguido por denunciar os desmandos da classe política.

 

Segundo Abílio, Oséas cobiça seu mandato e quer retaliá-lo pelas denúncias de corrupção no Hospital Municipal São Benedito. Lembra ainda que junto com outros vereadores que fazem oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) denunciaram fraudes na Saúde que desencadearam a Operação Sangria que resultou na prisão do ex-secretário Huark Douglas Corrêa. 

 

Vamos aguardar os próximos capitulos!

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

beto - 16/10/2019

esse oseias tá a mando de uma cambada de sanguessuga da saúde.... não sei ainda como não foi preso junto com o huarke... o prefeito do paletó e sua quadrilha estão metendo a mão na saúde de cuiabá... o povo não aguenta mais... abilio ta certo mesmo.... e cada vez que tentam tirar ele mostram mais ainda que ele ta certo....

1 comentários

1 de 1

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
LEITE R$/l 1,09
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet