icon Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

O BOOM DA NOTÍCIA - A | + A

LUTO 19.07.2019 | 15h:57

Procurador de MT morre após sofrer infarto durante viagem com família em Cartagena

Por: O Bom da Notícia

Arquivo Pessoal

e

 

Morreu nesta quinta-feira (18), aos 51 anos, o procurador do Estado Carlos Emílio Bianchini Neto, após sofrer um infarto fulminante enquanto viajava em férias com a família na cidade de Cartagena (Colômbia).

 

Nesta sexta-feira (19), em vários grupos de jornalistas - no aplicativo WhastApp -, sua morte intempestiva foi lamentada por parentes, colegas e amigos.

 

Alguns lembrando que esta era a na primeira viagem do procurador ao exterior. E que ele teria se deitado na cadeira de praia para ver o mar quando sofreu um infarto fulminante. E ainda que a Colômbia, conhecido como uns dos países mais belos e exóticos da América Latina era um sonho antigo de Carlos Emílio e, em particular, Cartagena.

 

O procurador Carlos Emílio Bianchini Neto deixa uma filha de 13 anos.

 

O Procurador-Geral do Estado, Francisco Lopes está tomando providências e auxiliando a família para conseguir trazer o corpo. Alguns de seus colegas também estão ajudando na burocracia.

 

Em nota de pesar, a Associação dos Procuradores do Estado de Mato Grosso (Apromat) manifestou profundo pesar e disse que está atuando junto a Procuradoria Geral do Estado (PGE) no sentido de auxiliar no traslado do corpo.

 

A entidade e parentes do procurador informam que somente após a finalização deste procedimento é que será definido o horário e local do velório e sepultamento. 

 

A PGE anunciou que irá decretar luto oficial de três dias. A portaria será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

 

Veja as notas da PGE e da Apromat:

 

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) lamenta a morte do procurador Carlos Emílio Bianchi Neto, 51, ocorrida nesta quinta-feira (18.07), em Cartagena (Colômbia). Carlos sofreu um infarto fulminante enquanto estava em viagem de férias com a família.

 

Em respeito ao procurador, a PGE decretou luto oficial de três dias. A portaria será publicada no Diário Oficial do Estado.

 

“Todos nós estamos muito abalados com a morte prematura do nosso colega. Ele sempre foi muito prestativo e atencioso, não somente no ambiente de trabalho, mas em todos os lugares. Carlos fará muita falta na advocacia pública de Mato Grosso”, ressaltou o procurador-geral do Estado, Francisco Lopes.

 

A família aguarda ainda a resolução de questões burocráticas do translado para a realização do velório e sepultamento em Cuiabá. A PGE está em contato com a embaixada e auxiliando a família. Ainda não há previsão para a liberação do corpo. Bianchi deixa uma filha de 13 anos.

 

Histórico

 

Carlos Emílio Bianchi Neto foi nomeado procurador em 1998. Era especializado em Direito Processual Civil. Foi membro do Grupo de Trabalho Especial e, anteriormente a sua nomeação como Procurador do Estado de Mato Grosso, exerceu suas atividades junto ao Centro de Processamento de Dados de Mato Grosso CEPROMAT (1987-1989) – atual MTI. Também foi Procurador Autárquico no Departamento Nacional de Produção Mineral – órgão Federal entre (1995 – 1998) e atuou nas Forças Armadas em 1987.

 

NOTA DE PESAR

 

A Associação dos Procuradores do Estado de Mato Grosso (Apromat) manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do procurador Carlos Emílio Bianchi Neto, ocorrido nesta quinta-feira (18), na cidade de Cartagena, Colômbia.

 

Bianchi foi vítima de um infarto, enquanto viajava em férias. Neste momento, a Apromat e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) atuam em conjunto com a família no sentido de auxiliar no traslado do corpo. Apenas após a finalização deste procedimento é que será definido horário e local do velório e do sepultamento.

 

O procurador deixa dois filhos. Enlutada, a Apromat manifesta seus sinceros sentimentos à família e aos amigos deste valoroso advogado público.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Boi a Vista R$/@ 135,00
Soja Disponível R$/sc 57,00
Algodão R$/@ 90,09
Milho Disponível R$/sc 21,70
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet