icon Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

POLÍCIA - A | + A

ANUÁRIO PREOCUPA 02.04.2019 | 15h:15

Dados mostram crescimento de violência doméstica em Cuiabá; Pedra 90 e CPA lideram nos registros

Por: Rafael Medeiros - O Bom da Notícia

Rafael Medeiros

Rafael Medeiros

O número de mulheres vítimas de violência em Cuiabá aumentou 16% de 2017 a 2018, passando de 2.511 para 2.914. Os dados são do anuário de 2018 da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM), que foram divulgados em coletiva de imprensa na tarde da última segunda-feira (2).

 

Em conversa com O Bom da Notícia, a delegada titular, Jozirlethe Magalhães Criveletto, frisa que os números ainda são maiores, pois às vezes em um único registro há mais de uma vítima que denuncia. Desta forma, a finalização da estatística aponta que em 2018, 3.074 mulheres sofreram violência, enquanto em 2017 o atendimento às vítimas chegou à 2.718.

 

“Em 2017, o dia da semana com maior incidência de violência contra a mulher, era a quarta-feira e muitos acreditavam e até nós questionavam que seria por conta de ser dia de jogo. Mas e agora com os novos dados, o maior número de casos foi registrado na terça-feira, dia da semana que não temos nenhum evento específico que possa nos chamar a atenção para esse grau de violência. Vamos deixar claro que não há dia para agressões”, destaca a delegada. 

 

Depois de terça-feira, o dia em que mais se registrou denúncias foi domingo com 405, quarta-feira com 404, segunda-feira com 396, quinta-feira 391, sábado com 356 e sexta-feira com 301. Mais de 189 queixas não tiveram a data informada.

 

Um dado curioso apresentado no anuário de 2018 é que o mês de agosto teve o maior número de registros na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, com 288 casos.

Agosto teve o maior número de registros na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, com 288 casos

 

O maior número de casos atendidos refere-se a fatos ocorridos no período noturno [34,1%], vale lembrar que é o momento em que a delegacia da mulher está fechada. 

 

Os dados apontam ainda que o bairro Pedra 90 concentrou o maior número de casos de violência, chegando a 85 vítimas. No ranking, segue em segundo lugar o bairro CPA 3, com 81 vítimas e, em terceiro o bairro Dom Aquino, com 69 vítimas. Os 10 bairros de Cuiabá com maior concentração de violência contra a mulher são Pedra 90, CPA 3, Dom Aquino, Dr. Fábio, Tijucal, Centro Norte, CPA 4, Porto, Santa Izabel e Osmar Cabral.

 

De acordo com o anuário, a escolaridade mais declarada pelas vítimas é o ensino médio completo e 8% declaram estar desempregadas e 40% solteiras. 

 

A maioria dos agressores é do sexo masculino [40%]. [veja gráfico na galeria]

 

Mato Grosso não tem delegacia da mulher 24h 

 

Em entrevista ao O Bom da Notícia, o diretor metropolitano Douglas Turíbio Schutze anunciou que em breve será implantado o plantão 24 horas da Delegacia da Mulher. 

 

O prédio, segundo ele, está em reforma, com previsão de inauguração ainda para este ano e com todas as ações necessárias na resolução desses casos, além de capacitação de profissionais para os atendimentos.

GALERIA DE FOTOS

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
LEITE R$/l 1,09
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet