icon Domingo, 21 de Julho de 2019

POLÍCIA - A | + A

DESPEDIDA NO FACEBOOOK 10.07.2019 | 17h:37

Homem que matou mulher e se matou esperava família voltar de velório para causar tragédia maior

Por: Rafael Medeiros - O Bom da Notícia

TV Sorriso

TV Sorriso

O trabalhador rural Marcos Rogério Lima de 33 anos, morto com um tiro na cabeça, na última terça-feira (9), durante um cerco policial, no distrito rural de Caravágio, próximo a Sorriso (a 420 km de Cuiabá), tinha em mente matar parte da família da ex-mulher Débora de Oliveira Silva, 27 anos. Marcos estava escondido, cerca de 100 metros da casa onde na manhã de segunda-feira (8), fez um disparo de espingarda - calibre 20 -, contra o rosto da ex-companheira, que morreu. 

 

Com Marcos foram localizadas duas armas de fogo, inclusive, a espingarda usada para matar Débora e o revólver que usou para fazer o disparo contra sua cabeça. 

 

Já são 47 mulheres assassinadas este ano em Mato Grosso e 21 casos são feminicídios.

As investigações da Polícia Civil apontam que Marcos aguardava o retorno dos familiares do velório da ex-mulher, que ocorria em Sorriso, para matar o irmão dela, diz o delegado André Eduardo Ribeiro, tornando a tragédia ainda maior para a família. Logo após Marcos ter atingido Débora, policiais civis e militares da região se mobilizaram e avançaram a noite em buscas em pontos mais distantes da casa onde ocorreu o feminicídio, por volta das 13h30. Usaram inclusive drones para rastrear a área de mata. 

 

Mas no início da manhã policiais da Divisão de Homicídios, da Delegacia de Sorriso, receberam a informação que Marcos estava em um barraco, na propriedade onde morava a família de Débora. 

 

Quatro investigadores foram ao local e ao se aproximarem de um galinheiro abandonado chamaram pelo nome dele. Em seguida ouviram um disparo. Foram dados tiros de alerta e, como ele não respondeu, se aproximaram e se depararam com o criminoso ferido e com o revólver nas mãos. A presença de um cobertor e um travesseiro no local indica que ele passou a noite ali e aproveitou-se que os familiares seguiram para o velório para entrar na casa e pegar os objetos.

 

O casal que conviveu por 14 anos e tinha 3 filhos, se separou em junho. Débora já tinha registrado uma ocorrência de ameaça contra o ex-marido, pedindo medidas protetivas. Mas este fato não impediu que Marcos planejasse o assassinato dela. Na manhã de domingo ele fez uma postagem nas redes sociais, quando deu a entender que ia tirar a própria vida. 

 

Para o delegado, lamentavelmente a morte de Débora era um crime anunciado, por um homem que não aceitava o fim do relacionamento. (Informações de Silvana Ribas)

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Boi a Vista R$/@ 135,00
Soja Disponível R$/sc 57,00
Milho Disponível R$/sc 21,70
Algodão R$/@ 90,09
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet