icon Domingo, 21 de Julho de 2019

POLÍCIA - A | + A

HOMOSSEXUALIDADE 15.02.2019 | 13h:02

Jornalista cuiabano faz desabafo comovente em Facebook após agressão em shopping

Por: Rafael Medeiros e Marisa Batalha, Da Redação

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Um jornalista - que preferiu manter seu nome em sigilo - foi agredido por dois homens, por conta da sua homossexualidade, no Pantanal Shopping, nesta na última quarta-feira (13).   

 

Em sua página no Facebook, o jornalista fez um desabafo comovente. Ao revelar o ataque homofóbico, confidenciou a humilhação de ser chamado, dentro de um dos banheiros do shopping, de 'gordo', 'aidético', 'viadinho feio' e, ainda em seguida, tomar uma 'cusparada' no rosto.   

 

"Ser gay não é defeito, ser afeminado não é defeito. Ridículo é marginalizar uma classe inteira, que luta para ter seus direitos respeitados. Isto sim é feio", desabafou o jornalista que mesmo na posição de vítima, insistiu que seu nome não fosse divulgado, temendo retaliações futuras.   

 

As agressões começaram com os homens filmando-o dentro do banheiro. E quando ele indagou sobre a ação, um deles já 'partiu para cima'.   "Imediatamente um deles partiu para cima de mim e me chamou de "gordo", "aidético", "viadinho feio" e, em seguida, cuspiu em mim. Nessa hora meu sangue ferveu e eu revidei o cuspe. A situação ficou pior quando uma multidão se aglomerou e não havia nenhum segurança perto", disse a vítima.   

 

 Ser gay não é defeito, ser afeminado não é defeito. Ridículo é marginalizar uma classe inteira, que luta para ter seus direitos respeitados. Isto sim é feio 

“Ser gay não é defeito, ser afeminado não é defeito. Ridículo é marginalizar uma classe inteira, que luta para ter seus direitos respeitados. Isto sim é feio ” 

 

Ainda conforme o relato do repórter, que trabalha em um dos mais importantes sites de Cuiabá, após a agressão procurou os seguranças do shopping que, imediatamente encontraram os rapazes. Na abordagem, os agressores 'armaram um escândalo na porta do shopping'.   

 

"Eu pedi para chamar a polícia, mas desisti, pois eles ameaçaram processar o shopping se saíssem em uma viatura da polícia", contou. Assim, ao sair do local, o jornalista decidiu denunciar o caso à polícia e registrou um boletim de ocorrência.   

 

Os suspeitos ainda não foram identificados, mas a Polícia Militar deverá analisa as câmeras do shopping como forma de tentar fazer a identificação dos envolvidos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Soja Disponível R$/sc 57,00
Milho Disponível R$/sc 21,70
Algodão R$/@ 90,09
Boi a Vista R$/@ 135,00
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet