icon Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

POLÍCIA - A | + A

CASO CAUSOU COMOÇÃO 08.11.2019 | 14h:25

Juiz acata MP e torna ré professora que matou dois em acidente próximo a Valley Pub

Por: Marisa Batalha - O Bom da Notícia

(Foto: Ilustração)

vitimas- boate valley.jpg

 

A professora Rafaela Screnci da Costa Ribeiro de 34 anos - acusada de atropelar três jovens em frente à boate Valley Pub, em 23 de dezembro de 2018, na Avenida Isaac Póvoas, em Cuiabá -, se tornou ré por crime de homicídio na modalidade de dolo eventual (por duas vezes) e homicídio tentado.

 

A decisão é do juiz Flávio Miraglia, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá. Ele acatou a denúncia do Ministério Público Estadual.

 

No dia 8 de outubro, a juíza Silvana Ferreira Arruda, da 8ª Vara Criminal de Cuiabá, já tinha pedido que a professora fosse submetida ao conselho de sentença, sob o argumento que de forma intencional ou não a motorista assumiu o risco de morte por dirigir sob efeito de álcool, em via movimentada da Capital.

 
No dia 23 de dezembro de 2018, por volta das 5h50, na antevéspera de Natal, o acidente em frente a Valley Pub, resultou nas mortes da estudante de direito Myllena de Lacerda Inocêncio, de 22 anos e do cantor sertanejo Ramon Alcides Viveiros, 25 anos, alguns dia mais tarde. Ainda deixando por vários meses hospitalizada a universitária Hya Giroto Santos, de 21 anos.

 

Os três jovens saiam da boate e caminhavam na avenida Isaac Póvoas, para atravessar a rua. Myllena e Ramon estavam conversando, enquanto Hya dançava na rua, quando foram atingido pelo carro de Rafael Screnci. Ela foi presa e solta ao pagar fiança.

 

Hya chegou a ser indiciada por homicídio culposo, mas nesta decisão de Miraglia ordenou que o inquérito contra a universitária Hya Giroto seja arquivado, por falta de elementos para a abertura de uma ação penal contra a vítima. Acolhendo pedido do MPE.

 

Em fevereiro, o primeiro laudo do acidente foi entregue à Polícia Civil, mas após análise, a Deletran entendeu pela necessidade de esclarecimentos adicionais em cima de imagens captadas por câmeras de monitoramento da região.

 

O acidente gerou ainda danos materiais em outro veículo que estava estacionado, um Gol (NPK7309); e, na época, ainda causando profunda comoção na população cuiabana.

 

A professora tem agora 10 dias, prazo dado pelo magistrado, para se manifestar a respeito da necessidade um defensor público que já está disponível para sua defesa.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
LEITE R$/l 1,09
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet