icon Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

POLÍCIA - A | + A

FILME DE HORROR 15.03.2019 | 17h:28

Mulher sai em defesa de marido que abusava de filha de 4 anos

Por: Rafael Medeiros - O Bom da Notícia

PJC

 

Um pai acusado de abusar sexualmente da filha de 4 anos, foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira (15), no município de Itiquira (a 357 km de Cuiabá). Antônio Carlos da Costa Nogueira, 24 anos, foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável. Ele também estava com uma ordem judicial de prisão decretada pela Justiça, a qual foi devidamente cumprida. 

 

A denúncia foi feita pelo Conselho Tutelar, que foi acionado após a criança de 4 anos dar entrada no Hospital Municipal de Itiquira com dores, sangramento e marcas de lesão na região genital. Imediatamente os policiais civis foram até a unidade hospitalar. 

 

A mãe da criança ao ver a chegada da equipe, se adiantou dizendo que o pai da menor não havia feito nada, situação que acabou levantando suspeita por parte dos policiais. 

 

A criança revelou aos médicos que dorme no quarto com o irmão [ainda bebê], e com o pai. A menina disse ainda que deitava na mesma cama que o pai. Depois da denúncia, os policiais civis realizaram busca para localizar o suspeito, encontrado mais tarde no bairro ONG 4. 

 

Durante as diligências, a mãe da criança passou a ofender a equipe de investigadores, em defesa do marido, bem como contradizendo os fatos narrados pela garota. Antônio foi levado à Delegacia de Itiquira, onde durante checagem via sistema foi descoberto um mandado de prisão contra ele. Além do mandado cumprido, o preso foi interrogado e assumiu ter tocado na filha. 

 

O acusado foi autuado em flagrante delito pelo crime de estupro de vulnerável e posteriormente colocado à disposição da Justiça. As investigações continuam para apurar o envolvimento da mãe da criança no crime. 

 

Outro caso 

 

Conforme já noticiou O Bom da Notícia, a Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (15), um casal por suspeita de estuprar a filha adotiva desde os seis anos de idade na cidade de Sorriso (a 418 km de Cuiabá). 

 

Os suspeitos obrigavam a filha, atualmente com 14 anos, a participar de relação sexual com o pai e a mãe adotivos. Continue lendo aqui. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 22/05/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO




icon COTAÇÕES MT
Algodão R$/@ 90,09
Milho Disponível R$/sc 21,70
Boi a Vista R$/@ 135,00
Soja Disponível R$/sc 57,00
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet