icon Sábado, 24 de Agosto de 2019

POLÍCIA - A | + A

VEJA VÍDEO 10.07.2019 | 13h:16

Terceiro acusado de matar servidora se entrega; delegada suspeita de parente em crime

Por: Rafael Medeiros - O Bom da Notícia

PJC

PJC

Maikon Douglas Alves dos Santos, popularmente conhecido como “Sujeirinha”, acusado de participação no latrocínio da servidora municipal Sandra Regina de Siqueira Travaina, 48 anos, se apresentou, juntamente com um advogado e familiares na manhã desta quarta-feira (10), na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande e teve um mandado de prisão cumprido.

 

Maikon chegou a postar um vídeo nas redes sociais, dizendo que iria se apresentar à polícia. "Eu sou o Maikon Douglas, estou indo me entregar na Derf da Várzea Grande. Estou sendo acusado de participação da doutora Sandra", disse o bandido. [veja vídeo no final da matéria]

  

Com a entrega de Maikon à polícia, a delegada Elaine Fernandes da Silva, responsável pelas investigações conclui a prisão do trio que participou diretamente no assassinato de Sandra. Porém, novas prisões devem ocorrer, pois para a polícia há outros envolvidos no crime, como parentes da servidora pública. “Podem ter certeza absoluta que essa pessoa será presa num curto espaço de tempo porque ela é tão bandida quanto os executores”, disse a delegada à imprensa.

 

O trio será indiciado por latrocínio consumado e associação criminosa. O parente da vítima que repassou informações aos ladrões também será indiciado. “Considero muito mais bandido essa quebra de confiança, um familiar passar informações privilegiadas que tirou a vida de uma mãe”, ressaltou a delegada. 

 

Sandra foi abordada em frente a sua casa, no bairro Nova Várzea Grande, pelo trio que tinha certeza que dentro da casa havia joias e dinheiro. Crime ocorreu na madrugada do dia 2 de julho.

 

André Luiz Gomes, 20, conhecido como “Neguinho”, foi o primeiro a ser preso, um dia após o crime, na cidade de Cáceres (a 212 km de Cuiabá). Policiais da Derf contou com o apoio do Núcleo de Inteligência de Primavera do Leste e assessoramento da Diretoria de Inteligência para chegar até a sua localização.

 

Os investigadores se deslocaram para Cáceres e o prenderam em flagrante. O suspeito Jordão Rodrigues Neto, que se entregou à polícia ontem (9), tem condenação por tráfico de drogas e estava em liberdade (regime semiaberto), sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Levantamento pelos policiais junto à Central de Monitoramento aponta que ele desliga o aparelho no ato dos crimes cometidos.

 

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Algodão R$/@ 90,09
Soja Disponível R$/sc 57,00
Boi a Vista R$/@ 135,00
Milho Disponível R$/sc 21,70
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet