icon Domingo, 21 de Julho de 2019

POLÍTICA - A | + A

PREFEITURA DE CUIABÁ 11.07.2019 | 16h:50

Após convite à França, vereadores do PSDB protestam contra deputados por anteciparem nomes

Por: Alexandra Freire - O Bom da Notícia

Reprodução

Reprodução

O vereador Adevair Cabral, tesoureiro do PSDB municipal, na sessão matutina da Câmara desta quinta-feira (11), disparou críticas a membros do diretório estadual, que estariam lançando pretensos candidatos à Prefeitura de Cuiabá, sem conversar previamente com os vereadores tucanos.

 

Eu tenho visto algumas matérias em alguns veículos de comunicação, mostrando que o PSDB começou a antecipar as eleições de 2020 e por pessoas que não estão autorizadas a fazer esse tipo de trabalho em nosso partido. As eleições do ano passado foram estaduais, essa que vem agora é municipal. Essa eleição passa pelos vereados do PSDB

Sem citar nomes, Cabral comentou que os caciques da legenda querem interferir no cenário eleitoral municipal e deixarem de lado os vereadores da base.

 

“Eu tenho visto algumas matérias em alguns veículos de comunicação, mostrando que o PSDB começou a antecipar as eleições de 2020 e por pessoas que não estão autorizadas a fazer esse tipo de trabalho em nosso partido. As eleições do ano passado foram estaduais, essa que vem agora é municipal. Essa eleição passa pelos vereados do PSDB”, disse Adevair.

 

Ele ainda afirmou que não tem problema convidar pessoas para se filiarem ao partido, mas já lançar nomes é cedo demais. 

 

“Qualquer discussão tem que passar pelos vereadoress. Nós não queremos mais esse tipo de cacifismo, querendo determinar o que será feito nas eleições municipais. Alguns caciques do partido deixaram o partido endividado e agora querem falar de eleição municipal? Não tem como os caciques estaduais falarem sem consultar os vereadores do partido. Não vamos aceitar interferência do estadual em cima do diretório municipal. O municipal é quem determina as eleições 2020. Não adianta cacique convidar para ser candidato., a discussão tem que passar pelo municipal. Estou determinado a não aceitar essas coisas quem vem goela abaixo”, disse Adevair da tribuna.

 

As declarações de Adevair Cabral ocorreu após uma entrevista concedida pelo vice-presidente estadual do PSDB, Carlos Avalone, ao programa Resumo do Dia, da TBO. Na ocasião, o deputado estadual comentou que o ex-prefeito Roberto França (PV) seria uma boa opção para disputar o pleito e que ele seria bem recebido na sigla tucana. 

 

Afastado da política desde 2004, o ex-prefeito de Cuiabá Roberto França não descarta a possiblidade de disputar a corrida pelo Alencastro em 2020. Apesar de já ter recebido convite do PSB e recentemente do DEM, para ser candidato do partido à Prefeitura de Cuiabá, França afirma que só vai discutir disputa eleitoral no ano que vem. Ele já foi filiado ao PSDB e prefeito pela sigla duas vezes.

 

O deputado Wilson Santos também já teria avaliado França como um bom nome, revelando que se o apresentador quiser voltar a sigla, a legenda estaria de portas abertas para recebe-lo.

 

Já o vereador Wilson Kero Kero (PSL) tentou colocar pano quentes e pediu um aparte. "Ainda que eu ache que os vereadores precisam ser respeitados, contudo, no caso da entrevista do Avalone, em particular, eu assisti e não vi nada demais. Claro, não sou advogado do Avalone, mas eu acho ele não está antecipando ou desrespeitando a legenda. Pois ele deixou bem claro que se a bancada municipal não apresentar um projeto que tenha viabilidade, ele poderia sugerir um nome", comentou.

 

No entanto, o presidente do diretório municipal do PSDB, Ricardo Saad, assegurou - ao sair em defesa de Adevair -, que os três vereadores tucanos  (ele, Adevair e Renivaldo Nascimento) também podem apresentar um candidato.

 

“Um de nós, inclusive, pode ser o candidato, caso as discussões afunilem e seja um consenso ou uma cobrança partidária, que um dos três parlamentares coloque seu nome à disposição para esta disputa. Afinal, temos gente dentro do partido com capacidade. E ainda que meu nome esteja descartado, porque não faz parte das minhas objeções políticas. Antes de pensar em nomes novos para o partido, vamos pensar em acertar o partido e procurar acertar as contas que o partido tem”, disse Saad.

 

Corrida eleitoral

Além de uma possível decisão de  Emanuel Pinheiro (MDB) pela reeleição, seu vice-prefeito Niuan Ribeiro (PSD) chegou a revelar há algum tempo que, igualmente, não descarta esta possibilidade de concorrer ao Palácio Alencastro, após determinação do PSD de lançar nomes à eleição 2020 para majoritária em cidades com mais de 100 mil eleitores.

Outro nome que deve compor a disputa é o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (DEM). Além de Botelho são cotados ainda para a disputa pela Prefeitura de Cuiabá o ex-deputado federal Fábio Garcia (DEM), o secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (PSB), que é vereador licenciado da Capital e ainda o chefe da Casa Civil Mauro Carvalho (PR).

Corre ainda por fora pelo MDB, o deputado federal Valtenir Pereira, que busca espaço interno na legend para realizar seu sonho de disputar a prefeitura da capital. Enquanto isto segue disparando críticas à gestão de Pinheiro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

marta - 12/07/2019

esse ai tem cara de bobo, mas o que ele fez por cuiaba?ate buraco na rua joaquim murtinho que abre fecha abre fecha não conseguem pedir pra tapar o buraco esse ai fisque é fiscal concursado da prefeitura...

1 comentários

1 de 1

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 16/07/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Boi a Vista R$/@ 135,00
Algodão R$/@ 90,09
Soja Disponível R$/sc 57,00
Milho Disponível R$/sc 21,70
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet