icon Domingo, 22 de Setembro de 2019

POLÍTICA - A | + A

READEQUAÇÃO 19.06.2019 | 16h:25

Câmara cumpre decisão e começa demitir servidores; novos cortes estão previstos

Por: Rafael Machado - O Bom da Notícia

Rafael Medeiros

Rafael Medeiros

A Câmara de Cuiabá já começou a fazer as readequações no quadro funcional para não ultrapassar o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) com gasto com folha de pagamento, 49% da receita total. Segundo o presidente do Legislativo, vereador Misael Galvão (PSB), cerca de 15 servidores comissionados já foram exonerados e que outras demissões estão previstas nos próximos meses.

  

O primeiro corte, segundo Misael, trouxe aos cofres da Câmara uma economia de R$ 60 mil e que a previsão com as próximas demissões é que haja uma economia de até R$ 92 mil. Em entrevista à Rádio Capital, nesta quarta-feira (19), Misael contou que a medida está sendo implantada após o Tribunal de Contas do Estado (TCE) mudar o entendimento sobre a contabilização do Imposto de Renda (IR) nos gastos com folha de pagamento.

 

Com a inclusão, o impacto financeiro nas contas da Câmara foi de aproximadamente de R$ 3 milhões ao ano. A inclusão, segundo o presidente, não atingiria o teto da LRF, mas para evitar penalidades, a Câmara adotou a readequação do quadro funcional.

 

“Mesmo com o imposto de renda [incluído como gasto de pessoal] estaríamos dentro do limite, mas, por cautela, atendendo aos nossos técnicos, fomos obrigado a fazer um enxugamento”, declarou.

 

O presidente não contou em que setor do legislativo ocorreu os cortes, mas falou que a equipe técnica estuda em quais seções que menos acarretará prejuízos.

 

Outros cortes

 

Em outubro de 2017, o ex-presidente da Casa, vereador Justino Malheiros (PV), exonerou 460 servidores comissionados. A decisão ocorreu após a Justiça ter barrado uma suplementação orçamentária de R$ 5,7 milhões, que seriam feitos pela Prefeitura de Cuiabá, para pagar a folha de pagamento dos dois últimos meses do ano.

 

“A Câmara Municipal de Cuiabá vem a público informar que, em respeito à decisão liminar expedida pelo Poder Judiciário o qual suspendeu a suplementação orçamentária publicada em 31.08.2017, foram exonerados 460 servidores comissionados desta Casa de Leis”, diz trecho da nota de esclarecimento publicada na época.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
LEITE R$/l 1,09
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet