icon Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

POLÍTICA - A | + A

TRANSPARÊNCIA 28.05.2019 | 08h:40

Decreto estabelece integração entre MPMT e entidades administrativas do Estado

Por: O Bom da Notícia

O governador Mauro Mendes (DEM) assinou um decreto determinando a integração nas investigações entre o Ministério Público e todos os órgãos de governo. Cabe à Polícia Judiciária Civil e ao Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) a realização de ações conjuntas de prevenção e detecção de ilicitudes em atos administrativos. 

 

De acordo com o decreto, os promotores de Justiça dos núcleos do Meio Ambiente, de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública, e de Probidade Administrativa e do Patrimônio Público terão acesso a processos, documentos, objetos, sistemas e quaisquer outros meios, instrumentos e equipamentos no âmbito da administração pública estadual. 

 

Os delegados da especializada do Meio Ambiente (Dema), da especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz) e membros do Cira terão a mesma prerrogativa.  

 

“O decreto determina que o Ministério Público e demais os órgãos de controle tenham acesso, de forma imediata, a todo e qualquer processo, desde que haja um procedimento de investigação aberto. Isso vai facilitar o trabalho de controle e as investigações, tornando-as mais célereS, uma vez que não será mais necessário ir ao Judiciário pedir um mandado de busca e apreensão”, explicou o governador Mauro Mendes.  

 

Para o procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, trata-se de uma posição política de transparência do governo. “Para os órgãos de controle, como o Ministério Público, que estejam envolvidos em investigações ou queiram algum esclarecimento prévio antes de instaurar um procedimento, o acesso às informações que são públicas é natural. 

 

O decreto determina que os órgãos prestem a informação imediatamente. Vemos essa iniciativa de forma positiva, pois demonstra a vontade do governo de manter um diálogo e não ter receio de possíveis investigações em relação às condutas que ocorram dentro da administração”, avaliou.  

 

Ainda segundo o chefe do MP, é praticamente impossível que haja um controle do governador ou dos secretários de Estado de toda a máquina administrativa. “Por isso é necessária a transparência dessas informações, até para ajudarmos a administração para que haja uma boa governança dos recursos públicos”, finalizou. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
LEITE R$/l 1,09
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet