icon Domingo, 08 de Dezembro de 2019

POLÍTICA - A | + A

EM FAVOR DA POPULAÇÃO 07.10.2019 | 14h:45

Dilemário defende que Assembleia instale CPI da Energisa

Por: O Bom da Notícia

Reprodução

energisa

 

O vereador Dilemário Alencar (PROS) deve entregar ainda esta semana, um requerimento assinado por vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá, solicitando ao presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), a instalação no parlamento estadual de uma CPI, para investigar a Energisa por aumento abusivo nas contas de energia elétrica.

 

Dilemário garantiu ao site Logo site que os péssimos serviços da concessionária e ainda os abusos na cobrança resultaram na criação de CPIs em outros estados, como em Mato Grosso do Sul. O documento, ainda de acordo com ele, está sendo assinado por vários vereadores cuiabanos que entendem que esta é uma defesa popular, por conta do grande número de reclamações na capital e em vários municípios mato-grossenses.

É preciso uma investigação nos serviços prestados pela Energisa, pois há tempos está havendo reiteradas reclamações sobre abuso no valor cobrado na conta de energia e do precário atendimento feito a população

 

“É preciso uma investigação nos serviços prestados por essa concessionária, pois há tempos está havendo reiteradas reclamações sobre abuso no valor cobrado na conta de energia e do precário atendimento feito a população. Portanto, vamos defender que a Assembleia Legislativa crie uma CPI para investigar essa situação, a exemplo do que fez alguns estados, à exemplo da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, onde foi criada a Comissão para apurar os abusos cometidos naquele estado”, explicou o vereador Dilemário.

 

O vereador disse que a instalação da CPI é plenamente justificável devido o grande o número de pessoas que estão reclamando dos serviços prestados pela Energisa, retratado em levantamentos realizados pelo Procon Estadual.

Lembrando que a concessionária há tempos lidera o ranking de reclamações. E que ainda há uma petição pública de abaixo-assinado nas redes sociais, encabeçada por moradores e microempresários de diversas regiões, solicitando a instalação da CPI.

 

“O requerimento que vamos entregar ao presidente da Assembleia é uma forma de reforçar esse sentimento da população. Vou também solicitar que os vereadores de Várzea Grande apoiem a cobrança pela instalação da CPI, bem como os demais vereadores do estado através da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso, a UCMMAT”, disse Dilemário.

 

O parlamentar informou também que a Câmara Municipal de Cuiabá já aprovou um requerimento de sua autoria para realização de uma audiência pública para a população apresentar denúncias de contas abusivas, prejuízos com oscilações e quedas frequentes de energia na zona rural, o perigo de fios de energia em postes desalinhados e jogados sobre calçadas e a piora no atendimento com o fechamento da agência do CPA II, que superlotou a existente na Rua Barão de Melgaço e congestionou ainda o telefone 0800 da concessionária que funciona em outro estado.

 

“A ideia é que essa audiência seja realizada em parceria com a Assembleia Legislativa e demais Câmaras Municipais que tenham interesse de participar. É uma forma de ouvir a população e levantar mais denúncias para reforçar ainda mais a necessidade de uma instalação da CPI para investigar a Energisa”, concluiu o vereador Dilemário. (Com informações da assessoria)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Celio duarte - 07/10/2019

Na cidade de barao de melgaco a energia falta com frequencia e os ribeirinhos estao a deus dara.fora a queima de aparelhos eletricos.

1 comentários

1 de 1

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
LEITE R$/l 1,08
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet