icon Terça-feira, 26 de Março de 2019

POLÍTICA - A | + A

EM CUIABÁ 15.03.2019 | 10h:19

Fagundes diz que ministro da Saúde garante ‘não deixará Santa Casa na mão"

Por: Da Redação - O Bom da Notícia

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

 

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, garantiu nesta quinta-feira, 14, que irá empenhar os esforços necessários para manter o pleno funcionamento da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. “Sou nascido em Mato Grosso, na cidade de Campo Grande, capital Cuiabá, em 1964. Não vou deixar a Santa Casa na mão” – disse o ministro, ao ouvir do senador Wellington Fagundes (PR-MT) relato da situação da unidade hospitalar, que anunciou a suspensão de internações desde a última segunda-feira, 11.

 

Em meio a denúncias, CPIs e investigações, a questão envolvendo a Santa Casa de Cuiabá neste momento, segundo o senador, ‘é preocupante’. Ele destacou que a unidade hospitalar é uma instituição filantrópica com mais de 200 anos de história e tradição no atendimento da população. No relato que fez ao ministro da Saúde, afirmou ser “muito grande a angústia” da sociedade mato-grossense com a notícia da paralisação dos atendimentos.

 

“Estou fazendo um pedido em nome da bancada federal e também dos deputados estaduais, como um todo, por uma solução” – acrescentou o republicano, que considerou como ‘inadmissível’ o fechamento de leitos hospitalares diante de um quadro crítico na área da saúde. Segundo ele, o anunciado fechamento da Santa Casa gerará prejuízo, sobretudo, à população mais carente, que depende de atendimento médico-hospitalar gratuito.

 

Falando em nome da bancada federal e dos deputados estaduais, Wellington ainda informou ao ministro que na quarta-feira (13), ocorreu uma reunião da bancada federal e um dos assuntos abordados foi justamente a questão envolvendo a Santa Casa. Observou que a bancada federal está comprometida com a saúde pública e, no ano passado, decidiu alocar R$ 165 milhões da emenda de bancada para o setor.

 

Após integrar a “força tarefa” que viabilizou os recursos financeiros necessários para conclusão das obras do novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá e aquisição dos equipamentos, Wellington reafirmou o compromisso de promover esforços e mobilização política para dar uma solução para a Santa Casa. Ele enfatizou que o objetivo da bancada é garantir soluções, ficando as denúncias e acusações sobre as verbas para debate posterior. Ainda revelando que população está sendo sacrificada com todo este imbróglio.

 

Fagundes anunciou que na próxima segunda feira (18), deverá ocorrer uma reunião com o governador Mauro Mendes e também com o prefeito Emanuel Pinheiro, para definir um planejamento que possa dimensionar soluções de investimentos na saúde pública em Cuiabá. “Sempre trabalhamos para melhorar o atendimento. Por isso é essencial o planejamento. Fizemos isso no Governo anterior, inclusive com audiência pública no Senado, mas não obtivemos as respostas. Esperamos avançar nessa questão agora” – observou. Wellington manifestou também preocupação com o funcionamento das unidades hospitalares em vários outros municípios do Estado.

 

Cuiabá, capital da vacina

 

Após assegurar os melhores esforços para buscar uma solução para a Santa Casa de Cuiabá, o ministro da Saúde anunciou que Cuiabá será a “capital da vacinação” dos países sul-americanos. Será no dia 22 de abril. O evento denominado “Vacinação das Américas” reunirá líderes e especialistas em saúde de vários países.

 

O ministro Mandetta informou que muitos Estados se candidataram a sediar o evento, mas escolha recaiu sobre Cuiabá. “É o Centro Geodésico da América Latina, definido pelo marechal Candido Mariano da Silva Rondon” – disse. O evento integrará, a pedido do senador Wellington Fagundes, os 300 anos de Cuiabá.

A Semana de Vacinação é o maior esforço internacional em matéria de Saúde nas Américas. Desde 2003, tem levado os benefícios das vacinas a mais de 411 milhões de pessoas de todas as idades, inclusive a mais de 140 milhões de crianças menores de cinco anos e a quase 139 milhões de idosos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:





















PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

Programa Tribuna (21/03) AO VIVO

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO




icon COTAÇÕES MT
Milho Disponível R$/sc 21,70
Boi a Vista R$/@ 135,00
Soja Disponível R$/sc 57,00
Algodão R$/@ 90,09
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet