icon Domingo, 15 de Setembro de 2019

POLÍTICA - A | + A

BALANÇO FINANCEIRO 17.04.2019 | 18h:00

Gastos com folha aumentaram 678% nos últimos 15 anos; aposentados devem ultrapassar ativos em 2024

Por: Rafael Machado - O Bom da Notícia

(Foto: Arquivo/Gcom-MT)

(Foto: Arquivo/Gcom-MT)

Nos últimos quinze anos, os gastos do Governo do Estado com folha de pagamento, incluindo servidores ativos, inativos e pensionistas de todos os Poderes, cresceu 678%. O Governo ainda prevê que, caso nenhuma medida seja implantada, nos próximos cinco anos haverá mais funcionários aposentados do que na ativa.

 

Os dados constam no vídeo informativo divulgado pelo Poder Executivo nesta quarta-feira (17).

 

A publicação destaca que desde 2013, o Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso teve um crescimento de 411%, muito mais do que foi registado pelo país, com apenas 297%. No entanto, afirmam que o número está comprometido devido ao aumento do despesas.

 

A receita do Estado, nos últimos 15 anos, teve aumento de 342%, em contrapartida a folha de pagamento de todos os Poderes cresceu 678%. Os números começaram ficar preocupantes em 2009 quando a receita corrente foi de R$ 8,5 bilhões quanto a despesa foi de R$ 9,3 bilhões.

 

Há dois anos atrás o mesmo cenário repetiu, sendo que os gastos foram aproximadamente R$ 2 bilhões do que conseguiu acumular ao longo do ano [arrecadação de 16 bilhões e gastos de R$ 18,1 bilhões].

 

O Governo ainda informou que atualmente o Estado tem R$ 3,5 bilhões de restos a pagar, a quantia representa mais ou menos 15 valores da Mega da Virada.

 

Ainda sobre folha de pagamento, destacam que em 2003 o que se arrecadava com Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dava para quitar os salários dos ativos, aposentados e pensionistas de todos os Poderes, mas no ano passado o arrecadado com o imposto só pagou metade da folha salarial desses servidores.

 

Aumento de aposentados

 

Outro fato abordado na publicação foi o crescimento, nos próximos cinco anos, dos servidores aposentados. O Poder Executivo aponta que haverá cerca de 2% a mais de inativos do que funcionários em atividade.

 

Esse fato, segundo o vídeo, ocorre desde 2016. Naquele ano, o número de inativos aumentou de 32 mil para 35 mil no ano passado.

 

Efeito cascada

 

Além do aumento dos gastos com folha de pagamento dos servidores de todos os Poderes houve crescimento, nos 15 anos, da Inflação acumulado de 94% e as despesas correntes do Estado aumentaram 138%.

 

Devido à falta de recursos para aplicar em políticas públicas, o Governo do Estado destacou que mais de 11 mil fornecedores estão sem receber, 335 obras estão paradas e 398 escolas estão sem reforças e investimentos.

 

Além disso, diz que na última divulgação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) Mato Grosso ficou em 21º entre os 27 estados.
Mostrou que 23 mil quilômetros das estradas estão sem asfalto e da asfaltadas cinco mil quilômetros precisam de manutenção.

 

Veja o vídeo:

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
LEITE R$/l 1,09
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet