icon Sábado, 14 de Dezembro de 2019

POLÍTICA - A | + A

'MT EM BOAS MÃOS' 17.09.2019 | 13h:32

Governador viaja nesta sexta, deixa comando com Pivetta e promete marcar posição de MT nos EUA

Por: Marisa Batalha/Rafael Medeiros-O Bom da Notícia

(Foto: Gcom-MT)

Otavianno e mauro.jpg

 

Em conversa com jornalistas nesta última segunda-feira (16), após a assinatura do edital para credenciamento de médicos legistas para 17 municípios de Mato Grosso, o governador Mauro Mendes, diz que viaja tranquilo para Nova York, nos Estados Unidos, onde participa da Semana do Clima de 20 a 23 de setembro, deixando pela segunda vez o comando do Governo do Estado nas mãos de seu vice, o pedetista Otaviano Pivetta.

 

Ao apontar a competência de Pivetta e de sua integração à gestão, o governador democrata ainda lembrou que seu vice tem larga experiência em administração pública, tendo sido três vezes prefeito de Lucas do Rio Verde (332 km distante de Cuiabá). Assim, capaz de tomar decisões, como se ele [Mendes], 'quem as tivessem tomado'.

Ao apontar a competência de Pivetta e de sua integração à gestão, o governador democrata ainda lembrou que seu vice tem larga experiência em administração pública, tendo sido três vezes prefeito de Lucas.Assim, capaz de tomar decisões, como se ele quem as tivessem tomado

 

Um dos mais bem sucedidos empresários do agronegócio brasileiro e de Mato Grosso, Otaviano Pivetta (PDT), assume o comando do Palácio Paiaguás nesta próxima sexta-feira (20). A primeira vez que o pedetista assumiu cargo foi em 30 de maio, quando Mendes viajou para a Bolívia. E mesmo que a Bolívia faça divisa com Mato Grosso, pela Constituição, trata-se de viagem internacional, exigindo assim que o vice assuma.

 

O governador democrata lembrou da importância de sua presença e a de seu staff nas discussões que serão feitas nos Estados Unidos, para a imagem do Estado, principalmente neste momento em que se discute o aumento no desmatamento na floresta amazônica e as queimadas em Mato Grosso. Além da participação de uma série de eventos, paralelo ao evento principal conduzido pela Organização das Nações Unidas, incluindo mesa redonda e palestra, que tem como objetivo demonstrar que no Estado a produção é sustentável e os ativos ambientais são preservados. "Vamos participar durante uma semana, de um evento dedicado ao clima, com autoridades na área de todo o planeta, ligados a mecanismos e organismos internacionais que dão apoio a esta agenda".

 

De acordo com o gestor democrata, a ideia é debater com alguns países sobre as compensações que acredita ser possível que Mato Grosso assegure, frente aos grandes ativos ambientais que o estado possui. E, assim, garantir ajuda financeira na luta pela preservação que já vem sendo realizada no Estado, mas em uma luta gigante em que há poucos recursos no caixa, ainda que tenham sido tomadas medidas austeras para se reencontrar seu equilíbrio fiscal.

 

"A sustentabilidade vem sendo tema de debate por vários países, e nós já temos aqui regiões que produzem alimentos, preservando significativamente parte do território. Queremos mostrar isto e buscarmos mecanismos de compensação para que haja uma inclusão de Mato Grosso dentro deste conceito de desenvolvimento sustentável. Além de ser uma agenda onde poderemos defender a posição e a imagem do Estado perante o cenário internacional, em uma série de rodadas de conversas e conferências. Sobretudo, para um conjunto de investidores, como forma de atrai-los para este modelo que a gente reputa ser um exemplo para o mundo".

 

Ainda reiterando que 'em Mato Grosso também não se tolera o desmatamento ilegal e que as leis são aplicadas. Além de ser um dos Estados do planeta que mais se produz alimento e ainda preserva 63% do seu território'.

 

Mendes ainda viaja para a Bolívia, após a Semana Clima. Em Santa Cruz, ele assina com autoridades daquele país, um termo de cooperação, estabelecendo diretrizes para o restabelecimento no fornecimento do gás para Mato Grosso.

 

Viagem nesta sexta

 

O governador viaja acompanhado dos secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente), além da chefe do Escritório Internacional do governo, Rita Chiletto, e de um ajudante de ordem.

 

A primeira-dama Virginia Mendes também estará na comitiva. Contudo, toda a despesa será custeada por ela mesma, sem ônus ao erário público, pelo fato de Virginia não exercer cargo na administração.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
LEITE R$/l 1,08
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet