icon Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

POLÍTICA - A | + A

SENADO 04.06.2019 | 13h:23

Jayme defende urgência na implementação da Universidade Federal de Rondonópolis

Por: O Bom da Notícia

Foto: Agência Senado

Foto: Agência Senado

A implantação das novas universidades que foram criadas em 2018 foi tema de audiência pública da Comissão de Educação (CE), ocorrida nesta terça-feira (04), no Senado Federal. O senador Jayme Campos (DEM-MT) participou do encontro e destacou a importância para o estado de Mato Grosso da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), criada pela Lei 13.637 de 2018. 

 

“A urgente implantação da Universidade Federal de Rondonópolis vai fortalecer o estado em todos os aspectos, sobretudo, no que diz respeito ao atendimento das demandas de uma região com plena produção agrícola. Esse tem sido um sonho de mais de dez anos acalentado pelos mato-grossenses da região sul de Mato Grosso. Outro ponto que destaco, é que o custo da implementação dessa e das outras universidades é pequeno, não onera em nada a União. Pelo contrário, só vai trazer benefícios grandiosos para o País”, destacou. 

 

A audiência foi proposta pelo senador Wellington Fagundes e o contou com a participação do coordenador-geral de Planejamento e Orçamento das Instituições Federais de Ensino (IFEs) do Ministério da Educação (MEC), Weber Gomes de Sousa, que afirmou que a expansão do sistema de universidade federal aumentou o custo fixo das unidades vinculadas ao MEC. 

 

“A pasta reconhece a importância das universidades para o desenvolvimento econômico, científico e social e para a soberania do país. Isso é inegável. Mas, o MEC também tem um compromisso forte com a agenda econômica e fiscal do país”, afirmou. 

 

Sobre as cinco universidades que foram criadas em 2018, Weber Sousa disse que existem alguns pontos de ordem legal que precisam ser superados, como criação de novos cargos de reitor. “Isso precisa ser feito através de Projeto de Lei que está sendo elaborado pelo próprio ministério e que será enviado ao Congresso Nacional. O MEC vai se esforçar para que efetivamente tenhamos a nomeação desses reitores e, consequentemente, todo o desdobramento administrativo e gerencial para a implantação dessas universidades”, destacou. 

 

Orgulho 

 

Durante sua fala, Jayme Campos destacou a criação da Universidade de Mato Grosso (Unemat), quando foi governador do estado. “Tive a coragem e a ousadia de criar uma universidade estadual. Fui taxado de descompensado por milhares de pessoas. Mas, estabeleci no orçamento do estado um percentual de toda as receitas e fontes liquidas para a instituição. Sabe o que aconteceu? Hoje ela já formou 33 mil alunos e tem 23 mil estudantes matriculados, inclusive com o curso de medicina. É o orgulho do povo mato-grossense”, enfatizou. 

 

A audiência contou ainda com a presença da reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Myrian Thereza de Moura Serra, da qual a UFR foi desmembrada; e também de outros reitores: Edward Madureira Brasil, reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG); José Arimatéia Dantas Lopes, reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI); Maria José de Sena, reitora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE); e Alessandro Martins, diretor da Regional Jataí da Universidade Federal de Goiás (UFG). 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
LEITE R$/l 1,08
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet