icon Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020

POLÍTICA - A | + A

NESTA SEXTA-FEIRA 06.12.2019 | 12h:00

Mauro anuncia pagamento a todos servidores na próxima semana, mas não promete 13º

Por: Marisa Batalha/Rafael Medeiros-O Bom da Notícia

Assessoria

Assessoria

O governador democrata Mauro Mendes anunciou nesta sexta-feira(06), que quita até a semana que vem - 10 de dezembro -, o salário de todos os servidores sem parcelamento. 

 

Desde que assumiu, este é o primeiro mês que o chefe do Executivo estadual pagará os funcionários públicos em uma mesma data. Mendes recebeu o comando do Estado em janeiro deste ano com os servidores sem receber dezembro de 2018, mais o 13º atrasado de todos os comissionados e ainda uma parte dos servidores que aniversariaram em novembro e dezembro.

Impondo medidas drásticas de contenção de despesas e assinando um decreto de calamidade financeira, como medida emergencial para restabelecer o equilíbrio das finanças públicas, Mendes pagou os salários da gestão passada em quatro parcelas, e escalonou os salários dos servidores dentro do mês, por faixa salarial


Impondo medidas drásticas de contenção de despesas e assinando um decreto de calamidade financeira no Estado, como medida emergencial para restabelecer o equilíbrio das finanças públicas, sob a justificativa de ter recebido um estado endividado e com arrecadação insuficiente para suprir as despesas, Mendes pagou os salários da gestão passada em quatro parcelas, e escalonou os salários dos servidores dentro do mês, por faixa salarial.

 

Chegando há um ano de governo, o democrata tem comemorado um pouco de fôlego financeiro que, de acordo com ele, só pode ser assegurado por contas das medidas propostas inicialmente em sua gestão. Muitas delas impopulares, mas que começam a dar, como resultado, sinais de que o reequilibrio financeiro está virando uma realidade no Estado.

 

Mas mesmo que tenha revelado nesta sexta - por meio de seu Instagram - que seu governo estaria, igualmente, realizando um esforço gigante para pagar o 13º salário até dia 20, contudo, mantém a mesma incerteza desta sua quitação, como revelou nesta última quinta-feira(05), em conversa com jornalistas  no lançamento da 'Arena Encantada'.

 

Sob o argumento de que ainda seria necessário uma análise mais minuciosa e que não teria em mãos “elementos suficientes para anunciar” se o Estado conseguiria pagar o 13º salário ainda este ano, Mendes reforçou, no entanto, a intenção do governo de conseguir efetuar este pagamento aos trabalhadores. 


“Nós estamos trabalhando muito com foco, com planejamento [...] eu sempre disse isso, que nós tínhamos um plano de voo para essa meta, de chegar ao final de ano com o salário no dia 10, pagar os servidores merecidamente no dia, e o 13º faz parte disso. Eu ainda não posso anunciar, porque eu não tenho os elementos, mas posso afirmar aos senhores que o planejamento que nós fizemos com a Secretaria da Fazenda, com muitos servidores [...] e no devido momento nós vamos anunciar assim que tivermos a certeza [...] porque temos um time para que as coisas aconteçam no mês de dezembro”, disse o governador em coletiva de imprensa.

No mês de outubro, o portal O Bom da Notícia noticiou que o décimo terceiro era uma dúvida. O governado Mauro Mendes  e seu secretário de Fazenda Rogério Gallo não asseguraram o pagamento do benefício, já que o Estado não recebeu o recurso do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX). 

Mutirão frustrado


O  valor arrecadado pelo Estado durante o Mutirão Fiscal frustrou a expectativa do Governo. Dos R$ 150 milhões previstos com o pagamento da primeira parcela ou quitação do valor à vista, entraram nos cofres públicos a quantia de R$ 59,82 milhões.

 

Um montante inferior a 60% da estimativa inicial, contraria as projeções do Palácio Paiaguás, que contava com este recurso para ajudar na quitação do 13º salário do servidores públicos, em parcela única, que consumiria mais de R$ 560 milhões. (Com informações da Gcom-MT)

VÍDEO

'
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 78,75
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 4,62
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 29,90
BOI GORDO À VISTA R$/@ 195,11
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 79,87
LEITE R$/l 1,08
VACA GORDA À VISTA R$/@ 182,28
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet