icon Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

POLÍTICA - A | + A

PREVIDÊNCIA 11.07.2019 | 14h:15

Mauro comemora aprovação no 1º turno de reforma e quer inclusão de Estados e municípios

Por: Alexandra Freire - O Bom da Notícia

O Bom da Notícia

O Bom da Notícia

O governador Mauro Mendes (DEM) comemorou a aprovação do texto-base da reforma da Previdência na Câmara do Deputados em seu Facebook nesta última quarta-feira (10). Agora, o democrata tenta articular no Senado a inclusão dos Estados e municípios na proposta.

 

Ao todo, 379 parlamentares votaram favoráveis a proposta e 131 contra, no primeiro turno. Dos oito deputados federais por Mato Grosso, apenas Rosa Neide (PT) foi contrária.

 

“Eu quero agradecer aos nosso deputados que votaram a favor. Vamos agora trabalhar no Senado para inclusão dos Estados e municípios para o bem do Brasil. Tenho certeza que isso vai trazer crescimento e geração de emprego e vai fazer o Brasil voltar a crescer. Todos nós brasileiros iremos ganhar com isso”, ressaltou Mauro.

 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve colocar em votação nesta quinta-feira (11), os destaques do texto. O segundo turno da votação deve acontecer nesta sexta-feira (12).

 

“Sou otimista, vamos encerrar esse assunto nesta semana. Teremos 500 deputados na Casa, podem ficar tranquilos”, disse o deputado ao UOL, ao comentar que não teme falta de quórum.

 

Conforme a Câmara dos Deputados, o texto-base aprovado é o substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

 

Apenas um dos destaques apresentados ao texto foi votado ontem. Era uma emenda do deputado Wellington Roberto (PL-PB) que pretendia retirar os professores das mudanças impostas pela PEC, mantendo-os nas regras atuais. A emenda foi rejeitada por 265 votos a 184.

 

ROMBO PREVIDÊNCIÁRIO

Secretário-chefe da Casa Civil, o empresário Mauro Carvalho, afirmou que a pauta é de extrema importância para ajudar Mato Grosso a alcançar estabilidade econômica. Segundo ele, o governador busca articular em Brasília a inclusão dos estados e municípios para evitar um colapso nas contas públicas em 2023, quando o número de aposentados superará o de servidores ativos.

“No mês de maio deixamos de investir no Estado, R$ 99 milhões, porque tivemos que tirar do caixa do Governo esse valor pra pagar aposentados, ou seja, o que o Estado arrecada não é suficiente para pagar salários dos aposentados. Em maio, a média varia de R$ 95 a R$ 105 milhões, todo mês, de diferença que o estado tem que tirar do caixa para pagar aposentados”, disse ele, em entrevista à Rádio Capital FM, nesta quarta-feira (10).

Segundo ele, todo mês cerca de 200 servidores efetivos se aposentam em Mato Grosso, o que tornará a folha de pagamento inviável até o ano de 2023. Carvalho disse que o governador pediu à bancada federal que construa no Congresso Nacional uma base que facilite a inclusão dos estados e municípios no projeto.

Recentemente, um grupo de 25 governadores apresentaram apoio à manutenção de estados e municípios na reforma. Mauro Mendes foi um dos governadores que assinou o documento. Segundo a carta, o déficit nos regimes de aposentadoria e pensão dos servidores estaduais, que hoje atinge aproximadamente R$ 100 bilhões por ano, poderá ser quadruplicado até 2060, conforme estudo da Instituição Fiscal Independente (IFI), do Senado Federal.

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
LEITE R$/l 1,09
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet