icon Segunda-feira, 24 de Junho de 2019

POLÍTICA - A | + A

CONFUSÃO NA CÂMARA 25.04.2019 | 15h:52

Medeiros nega que tenha tentado agredir colega e dispara: "passaram 14 anos roubando"

Por: Rafael Machado - O Bom da Notícia

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

O deputado federal José Medeiros (Podemos), vice-líder do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara Federal, disse nesta quinta-feira (25), que não houve agressão contra Aliel Machado (PSB-PR) após discussão calorosa durante sessão plenária que debateu sobre Reforma de Providência, nesta quarta-feira (24).

 

Em áudio enviado à redação do 'O Bom da Notícia', o deputado se defende. Vídeos que circulam na internet, no entanto, mostram o momento que o deputado ‘parte pra cima’ do colega de parlamento. Segundo Medeiros, o que aconteceu na Câmara foi uma ‘indignação forte’ e que nenhum momento houve qualquer tipo de agressão.

 

“Não houve agressão. O que houve foi uma indignação forte por um parlamentar que votou contra a admissibilidade da reforma da presidência, ontem na CCJ, e ficou nervoso por isso. Além disso, está acompanhando um boato de que cada deputado recebeu R$ 40 milhões pra votar. Isso é uma mentira deslavada, eu não aceito”, disse após a confusão.

 

“Não aceito ser medido pela régua e visto pelo óculos turvos e ensaboados de sujeira deles. Esses caras passaram 14 anos roubando o país. Eles, sim, estavam comprando e vendendo votos", disparou. Medeiros acredita que as críticas de Aliel, durante a sessão, foi para ganhar likes e audiência.

 

Entenda o caso

 

Os parlamentares quase chegam às vias de fato, após o socialista repercutir uma matéria publicada no jornal Folha de São Paulo que dizia que o governo teria destinado um extra de R$ 40 milhões em emendas para cada deputado que votasse favorável a reforma.

 

Para defender o presidente, Medeiros interrompeu a fala do paranaense, o chamou de vagabundo e esbravejou: “Não nos meça pela sua régua, rapaz”.

 

Os ânimos ficaram exaltados quando Medeiros aproximou do deputado. Os parlamentares que estavam no plenário interviram para evitar que algo mais grave acontecesse.

 

VEJA O VÍDEO DA CONFUSÃO ABAIXO:

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































PROGRAMA TRIBUNA VEJA MAIS

O Bom da Notícia Programa Tribuna - 24/06/2019

INFORME PUBLICITÁRIO


INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
Boi a Vista R$/@ 135,00
Soja Disponível R$/sc 57,00
Algodão R$/@ 90,09
Milho Disponível R$/sc 21,70
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet