icon Domingo, 15 de Setembro de 2019

POLÍTICA - A | + A

EDUCAÇÃO PARADA 08.08.2019 | 08h:00

Monitoramento do Sintep nas receitas do Governo pode encerrar greve

Por: Marcio Camilo - O Bom da Notícia

Foto: Sintep

Foto: Sintep

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) sugeriu que o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) participe da prestação de contas do Governo, enviada a cada quatro meses à Assembleia, como forma de facilitar que os professores aceitem a proposta do governador Mauro Mendes para encerrar a greve, que já dura mais de 70 dias.

 

Pela proposta feita na segunda-feira (05), os servidores da educação receberiam o aumento salarial e a Revisão Geral Anual (RGA) em maio do ano que vem, desde que ocorram sobras na arrecadação e que o orçamento do Estado não ultrapasse o limite de gastos com pessoal em 49%, conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

 

Ele [governador] foi convencido [de fazer a proposta], mas não abriu mão dos 49% da Lei de Responsabilidade Fiscal

O Sintep convocou para sexta-feira (09), uma assembleia geral da categoria para avaliar essa proposta, e durante a reunião os professores podem decidir pelo fim da greve.

 

No entanto, o diretor estadual do Sintep, Henrique Lopes, tem declarado na imprensa que a proposta de Mauro é “obscura, pois quem iria garantir que o Governo estaria falando a verdade sobre os limites da LRF”.

 

Sobre o receio dos professores, a deputada Janaina acredita que o problema estaria resolvido se o Sintep pudesse acompanhar de perto a evolução econômica do Estado.

 

“É uma dúvida mesmo. Mas o deputado Valmir Moretto me ligou e eu achei uma boa sugestão que nós pudéssemos convidar o Sintep, e colocar isso no nosso cronograma, para participar da prestação de contas do Governo com os deputados estaduais. O governo leva a cada quatro meses para a assembleia todas as informações com relação a saúde, educação, secretária de Fazenda, enfim, todas as áreas do Estado. Os deputados também poderiam dar um reforço com qualquer informação extra que o sindicato venha a requerer”, explicou a parlamentar durante entrevista ao Jornal do Meio Dia, nesta quarta-feira (07).

(Foto: AL-MT)

deputada Janaina-grampos.jpg

 

 

Sobre a proposta em si, Janaina disse que o documento do Governo não atende de imediato reinvindicação dos professores, mas que ao mesmo tempo o governador não já não pretendia fazer nenhuma proposta, devido as vitórias que tinha conseguindo na Justiça, que decretou a ilegalidade do movimento: “Segundo o próprio Mauro, ele já tinha o plano para ajuizar algumas situações contra os professores”.

 

Destacou que os parlamentares da base governista se mobilizaram e pressionaram para que Mauro fizesse uma última proposta para encerrar o movimento. “Ele foi convencido, mas não abriu mão dos 49% da Lei de Responsabilidade Fiscal”, ressaltou a deputada emedebista.

 

A proposta


No documento, Mauro afirma que todo espaço fiscal aberto, não ultrapassando o limite de gastos com pessoal no patamar de 49% da receita corrente líquida (RCL), será usado para concessão da Revisão Geral Anual (RGA) e dos aumentos remuneratório já concedidos por lei. Nessa perspectiva, a prinicipal reinvindicação dos professores (aumento salarial de 7,69%) poderá ser atendida em maio do ano que vem.

 

Para exemplificar, Mendes explicou que se houver espaço fiscal de R$ 100 milhões - diferença apurada entre o índice de gastos com pessoal e dos 49% previstos na LRF) -, serão projetados os impactos da RGA dentro de R$ 75 milhões e dos aumentos de salários no patamar de R$ 25 milhões.

 

A proposta - a primeira mais efetiva no sentido de atender a reivindicação dos professores - saiu depois de uma reunião entre o governador e os deputados da base Janaina Riva (MDB), Paulo Araújo (PP), Sebastião Rezende (PSC), Nininho (PSD) e o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM).

VÍDEO

mm
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
LEITE R$/l 1,09
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet