icon Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

POLÍTICA - A | + A

SEM DIÁLOGO COM O GOVERNADOR 05.09.2019 | 17h:40

'Precisamos ter uma relação republicana, não tomar cerveja juntos', diz Emanuel de Mendes

Por: Marcio Camilo - O Bom da Notícia

Reprodução

Reprodução

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), voltou a reclamar sobre o seu relacionamento com o governador Mauro Mendes (DEM), cada dia mais difícil, que estaria inviabilizando repasses para a área de saúde e políticas públicas importantes para Capital.

 

"Eu torço que melhore [o relacionamento]. Até porque o prefeito da Capital e o governador não precisam ser amigos. Não precisam almoçar juntos, tomar cerveja juntos ou conviver diuturnamente para trazer benefícios para a Capital", disse nesta quinta-feira (05) em conversa com jornalistas, após coletiva com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, no Centro de Eventos do Pantanal, sobre investimentos do Governo Federal na educação básica de Cuiabá.

 

Ressaltou que os gestores precisam ter uma boa relação institucional, republicana, de alto nível, "porque Cuiabá precisa do Estado e o Estado precisa de Cuiabá".

  

Eu já lancei o Emanuel 'paz e amor'. Estou nele ainda. Estou pronto para conversar, sentar na mesa para discutir obras, projetos e ações para Cuiabá

Acrescentando que, embora exista a dificuldade no diálogo com o governador, não seria nada crônico, e, que da sua parte, fará o possível para melhorar a relação, pois "não quero que Cuiabá seja prejudicada com isso". 

 

“Eu já lancei o Emanuel Paz e Amor. Estou nele ainda. Estou pronto para conversar, sentar na mesa para discutir obras, projetos e ações para Cuiabá. Estou pronto com todo respeito e harmonia, para manter uma relação cada vez mais institucional republicana e estreita com o Estado para discutir Cuiabá. Agora, essa convivência, essa vontade precisa ser bilateral", reforçou ao se referir a uma suposta falta de diálogo de Mendes.

 

O prefeito disse que não entende o porquê da resistência do governador em querer dialogar. Que já teria tentado de todas as maneiras estreitar a relação com Mendes, com audiências solicitadas, que segundo o emedebista, não surtiram efeito.

 

"Eu já tentei de tudo. Já procurei, pedi audiência. Já fui em audiência, já falei com a imprensa. Mas ainda estou com esperança que as coisas ainda possam evoluir".

 

Os dois já tiveram um bom relacionamento. O prefeito já atuou na coordenação de uma das campanhas de Mendes para governo. Em 2016, Mendes negou disputar a reeleição na Prefeitura de Cuiabá e também não apoiou Pinheiro, que no segundo turno venceu Wilson Santos (PSDB).

 

A crise na relação dos dois ficou balançada no período eleitoral de 2018, quando o prefeito emedebista, mesmo sendo da base de apoio do DEM na disputa que elegeu Mendes à Governadoria do Estado, ainda assim optou em dar seu apoio ao senador Wellington Fagundes (PL), derrotado no pleito.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
LEITE R$/l 1,09
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet