icon Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

POLÍTICA - A | + A

APROVAÇÃO DE REFORMA NA CÂMARA 08.08.2019 | 10h:04

'Tiraram dos trabalhadores parte dos direitos adquiridos durante uma vida', lamenta deputada

Por: Rafael Machado - O Bom da Notícia

Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A deputada Rosa Neide (PT) lamentou a aprovação - em segunda votação -, da Proposta de Emenda à Constituição [PEC 6/19 - Reforma da Perevidência] na Câmara dos Deputados na noite desta última quarta-feira (7).

 

De acordo com a parlamentar petista, a proposta tira dos trabalhadores brasileiros boa parte dos direitos adquiridos ao longo dos anos. Os parlamentares concluíram na noite de ontem a aprovação PEC 6/19, após rejeitarem os destaques apresentados ao texto.

 

Na terça-feira (6), os deputados aprovaram, em segundo turno, com 370 votos a 124. Agora, a mensagem segue para análise e discussões no Senado.

 

Em suas redes sociais, a deputada Rosa Neide reforçou a tese de que quem saem perdendo, após aprovação do projeto, são os brasileiros mais pobres que, segundo ela, terão que contribuir mais com a previdência e receberão menos.

 

“Podemos dizer que hoje o povo brasileiro, pelo menos por parte da Câmara dos Deputados, terminou seu dia bem mais empobrecido, pois tiraram dos trabalhadores boa parte dos direitos adquiridos durante toda uma vida”, lamentou.

 

“Ficará registrado na história que a votação da reforma da previdência na Câmara foi feita através da compra de votos. Por meio de uma montanha de dinheiro em emendas parlamentares”, disparou em post feito no Facebook.

 

Mas sem 'dar o braço a torcer', a deputada federal não perde suas esperanças e, assim, pede para que os 81 senadores do país façam uma reflexão e alterem o texto da PEC.

 

“Vamos unir todas as nossas forças, vamos pra rua, vamos conversar, vamos dialogar, vamos esclarecer a todos e todas as perdas irreparáveis se esse texto for finalizado assim, ainda há tempo”, solicitou.

 

Inclusão dos estados e municípios

 

Uma das reivindicações feita pelos chefes dos entes federativos, à Câmara, foi a inclusão dos estados e municípios na reforma, o que não aconteceu. A expectativa é que as propostas sejam incluídas no textos pelo Senado.

 

Em conversa com a imprensa, recentemente, o senador Jayme Campos (DEM) disse que o Senado deve incluir os estados e municípios na Reforma da Previdência por meio de uma PEC paralela. Segundo o senador, a proposta só tratará dos servidores públicos estaduais e municipais e com isso não alteraria o texto da reforma que tramita na Câmara Federal.

 

Um dos maiores defensores do projeto, o governador Mauro Mendes (DEM) tem ressaltado a importância da inclusão dos entes federativos. Segundo o democrata, não seria benéfico para o país ter modelos de previdência diferente em cada região.

 

Para destacar a importância de o estado estar incluso no projeto, Mendes ressaltou que todo mês o governo tem um déficit de R$ 100 milhões com previdência.

 

Veja o post da deputada Rosa Neide: 

 

 

O que pode mudar?

 

A Câmara Federal publicou um vídeo nas redes sociais explicando o que pode alterar com a aprovação da Reforma da Previdência. Segundo a publicação, na regra geral, a idade miníma para mulher será de 62 anos e 65 anos para os homens. Com pelo menos 15 anos de contribuição para mulheres e 20 para homens. 

 

Todas as regras, segundo a publicação, valem para quem vai entrar no mercado de trabalho. Para quem já está existe regras de transição. O texto da reforma, que agora segue para discussões no Senado, pode sofrer alterações. Veja o vídeo abaixo:

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS




icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
LEITE R$/l 1,09
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet