icon Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

SAÚDE & BEM ESTAR - A | + A

RECALL EM SILICONE 27.07.2019 | 18h:32

Foco é prótese ligada a linfoma

Por: São Paulo A/E

Reprodução

Reprodução

Em meio a um aumento de relatos de linfoma associado a próteses de mama, médicos brasileiros criaram uma força-tarefa para identificar os registros e conhecer o tamanho do problema. Na quarta-feira, 24, a Allergan, uma das marcas mais difundidas em todo o mundo, anunciou recall após recomendação da Food and Drug Administration (FDA), agência de controle sanitário dos Estados Unidos.

 

Especialistas calculam que o País teve pelo menos uma dezena de casos de linfoma anaplásico de células grandes (ALCL) em pacientes com próteses. Como os registros são informais, nem todos têm evidências científicas de que foram os implantes que desencadearam a doença. Esse número, porém, pode ser maior já que o Brasil é um dos que mais colocam próteses no mundo.

 

Em nota, a empresa informou que aconselha pacientes a falarem com seus médicos “caso tenham alguma preocupação”. Também informou que não há recomendação para a remoção dos implantes.

“Temos poucos casos catalogados e essa é uma das razões para criar uma força-tarefa. Queremos respostas adequadas a perguntas que não temos ainda”, afirma Niveo Steffen, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

Os Estados Unidos calculam que a incidência desse tipo de linfoma esteja entre um caso a cada 3,8 mil e uma ocorrência a cada 30 mil. Segundo o FDA, foram 573 relatos de linfoma associados a próteses. Não está claro ainda o motivo. “Uma das hipóteses é de que a prótese cause inflamação do tecido mamário e essa inflamação contínua desencadeia o linfoma”, diz Vanderson Rocha, professor de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular da Universidade de São Paulo (USP). 

 

Nos pacientes, a doença aparece anos após a cirurgia plástica, na forma de inchaço na mama, como foi o caso de uma paulista de 53 anos, diagnosticada com linfoma em 2017. Em 2012, ela havia colocado um implante da Allergan nas mamas. Em outro caso no Brasil, a paciente, de 44 anos, teve de retirar a prótese, mas optou por não passar por quimioterapia.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:































VÍDEOS VEJA MAIS

INFORME PUBLICITÁRIO





icon COTAÇÕES MT
MILHO DISPONÍVEL R$/sc 23,17
LEITE R$/l 1,09
BOI GORDO À VISTA R$/@ 141,05
VACA GORDA À VISTA R$/@ 132,07
SOJA DISPONÍVEL R$/sc 71,82
PLUMA DISPONÍVEL R$/@ 74,04
PREÇO DO SUÍNO VIVO R$/kg 3,74
Fonte: Imea







logo O bom da notícia

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte;

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet