Terça-feira, 23 de Julho de 2024

AGRO & ECONOMIA Terça-feira, 07 de Março de 2023, 17:01 - A | A

Terça-feira, 07 de Março de 2023, 17h:01 - A | A

7 dicas para aumentar suas vendas on-line

Economia

7 dicas para aumentar suas vendas on-line
Redação EdiCase

7 dicas para aumentar suas vendas on-line

Com o crescimento da internet, é necessário que toda empresa esteja no meio digital. Mesmo que você tenha um ponto de venda fixo, por meio da internet, você pode quebrar barreiras territoriais e oferecer o seu produto ou serviço para vários lugares. Pensando nisso, preparamos algumas dicas que vão te ajudar a organizar a sua loja e aumentar as suas vendas on-line.

1. Definindo o preço

Para que você não tenha prejuízo ou coloque um valor muito acima da média, é preciso calcular os gastos seguindo diversos fatores. “Deve ser incluso custo e frete, mas, principalmente, pensar no valor que o produto tem e como ele vai beneficiar a pessoa que vai consumir”, explica Fabio Ricotta, CEO da Agência Mestre. “O que sua marca oferece? Como o consumidor é tratado? Tem algo especial? É nisso que precisa focar também para pensar no valor final”, acrescenta.

Para o artesanato , por exemplo, o melhor a ser feito é criar uma tabela com toda a matéria-prima utilizada e calcular o que é usado em cada peça. Após isso, será possível ter uma média de preço e, assim, decidir o valor de cada produto. Essa margem de valores serve para que se tenha uma noção de preço.

Após definir o valor da peça, é necessário calcular o valor do trabalho. Fabio Ricotta explica que precisam ser considerados o tempo de trabalho, a estrutura, os funcionários, a manutenção da plataforma, o marketing, o valor do produto, a expectativa de retorno e, por fim, o mercado (público e concorrência).

2. Facilidade na navegação

A página do site deve ser intuitiva para que qualquer pessoa consiga encontrar o que procura. “Deixe as informações completas à disposição do consumidor, caso ele queira pesquisar mais a fundo”, esclarece Mikael Araújo, representante da Star Of Service.

Além disso, é importante manter a página com um visual agradável e leve, para que o cliente se sinta bem ao visualizar. As cores fortes são mais impactantes, mas podem proporcionar uma reação contrária à que se espera.

3. Visibilidade da loja

Mantenha todos os produtos com a descrição exata e mostre o diferencial ao consumidor. Caso o preço esteja mais alto que o de outra loja, deixe claro a qualidade da peça para que o cliente entenda essa diferença de valor. “A internet ainda é um canal de preço baixo e o consumidor busca as melhores oportunidades de compra . Portanto, mostre para ele o potencial do seu produto”, explica Mikael Araújo.

4. Como escolher a foto adequada do produto?

A foto do seu produto deve ser tão clara quanto a descrição. Uma foto escura, borrada, ou que não mostre o produto inteiro, não chama a atenção para a compra. “A imagem deve ser esclarecedora para passar ao cliente a segurança necessária e tirar as dúvidas”, alerta Mikael Araújo.

5. Invista no marketing

O marketing na internet, chamado de marketing digital, é uma das principais maneiras das empresas se comunicarem com o público de forma direta e personalizada. É uma estratégia que pode ser feita por qualquer companhia.

A dica é: caso seja uma marca mais consolidada e estabelecida, o investimento pode ser mais focado em marketing de performance, que traz vendas diretas e tem foco na conversão. O representante da Star Of Service explica que, se for uma loja iniciante no mercado, o marketing deve ser dividido em um trabalho paralelo entre a construção de marca e o marketing de performance. “Neste caso, o trabalho vai ter um resultado melhor em uma perspectiva de longo prazo”.

6. Inove

Buscar novas formas de aprimorar sua marca pode ser uma boa saída para mantê-la sempre no mercado, mas, claro, desde que estas estejam de acordo com os desejos e interesses do público-alvo. “É sempre interessante fazer um estudo bem completo para lançar algo no meio on-line, para entender a adaptação ao canal de vendas e, principalmente, se o público do produto em questão está no meio digital”, explica Mikael Araújo.

7. E-mail marketing

O e-mail marketing é um canal de comunicação interessante, que deve ser utilizado de forma bem-estruturada e inteligente. A primeira regra é nunca comprar listas: o endereço de e-mail deve sempre ser fornecido pelo seu dono. Tenha cuidado com a frequência de envio para não ser considerado spam.

O texto precisa ser leve, informativo, e não parecer invasivo ou exaustivo para quem o recebe. “Deve ser usado para trazer novidades, ofertas, conteúdo e oportunidades aos consumidores. Deve falar a língua do público, mostrar as vantagens e fazer com que ele perceba que foi lembrado pela loja”, afirma o representante da Star Of Service.

Ele recomenda mandar e-mails em datas especiais, comerciais e quando houver ofertas exclusivas. Por fim, coloque ao final do e-mail uma opção para que a pessoa possa se descadastrar do recebimento de informações sobre a marca.

Fonte: IG ECONOMIA