Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

AGRO & ECONOMIA Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 18:08 - A | A

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 18h:08 - A | A

CICLOS 2024

EGS, emergências climáticas e financiamento verde são temas de congresso de sustentabilidade

Evento será nos dias 24 e 25 de maio, no Centro de Eventos do Pantanal, com inscrições gratuitas para empresários, pesquisadores, estudiosos e interessados em práticas sustentáveis

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

O protagonismo dos pequenos empreendedores na nova economia é o principal debate que norteará a 5ª edição do ‘Congresso Internacional de Sustentabilidade para Pequenos Negócios (CICLOS)’. O evento será realizado nos dias 24 e 25 de maio, no Centro de Eventos do Pantanal (CEP), em Cuiabá (MT), e contará com discussões sobre as práticas de ESG (Ambiental, Social e Governança, traduzido para o português) em negócios de impacto, emergências climáticas, financiamento verde entre diversos outros temas ligados ao futuro do empreendedorismo sustentável.

Ao todo, serão nove painéis e sete palestras realizadas durante os dois dias do evento, que inicia às 14h e segue até às 21h. Empresários, pesquisadores e estudiosos interessados em participar desse grande evento voltado ao engajamento das práticas sustentáveis podem se inscrever de forma gratuita AQUI .

O objetivo principal do evento organizado pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), polo de referência nacional em sustentabilidade do Sistema Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), é impulsionar os pequenos negócios a se tornarem protagonistas nesse cenário econômico global.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, lembra que o tema da sustentabilidade se impôs como uma agenda prioritária para os pequenos negócios na última década. “Além da demanda do consumidor, que está cada vez mais exigente e atento ao impacto ambiental dos produtos e serviços que contrata, os donos de micro e pequenas empresas [MPE] compreenderam que uma gestão mais eficiente da energia, da água e de outros insumos também representa um ganho de produtividade para os negócios. Além disso, o Brasil prepara-se para receber a COP-30 que colocará a sustentabilidade, a inovação e a inclusão no centro do debate no mundo”, afirma.

O presidente reforça que o Sebrae tem desenvolvido um amplo trabalho para difundir essa prática junto às MPE, que representam 95% de todos os CNPJ do país. “A parceria com o Sebrae/MT [por meio do CSS] na realização de eventos como o Congresso Internacional de Sustentabilidade para Pequenos Negócios faz parte desse compromisso de democratizar o acesso do universo dos microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas às soluções inovadoras. E, é somente apoiando as MPE’s nessa transição para uma economia sustentável, que o Brasil será capaz de responder a esse desafio”, acrescenta Décio Lima.

O diretor Técnico do Sebrae/MT, André Schelini, ressalta o quão importante é a para a percepção do pequeno empresário como o protagonista da nova economia.

“O Centro Sebrae de Sustentabilidade realiza o evento Ciclos 2024, na quinta edição, trazendo como tema central as novas economias, como uma oportunidade de demonstrar como os pequenos negócios podem atuar com as práticas sustentáveis e entender as oportunidades de mercado para produtos e soluções sustentáveis”, afirma.

Programação

A programação está composta por renomados especialistas, sendo no primeiro dia, o destaque é a palestra magna para o público em geral, apresentada por Denise Hills, diretora global de sustentabilidade da Natura. Já no segundo dia, os participantes poderão desfrutar de uma palestra internacional com Manuel Manga, diretor e fundador do Centro de Liderança Evolucionária (Center for Evolutionary Leadership).

“Eu represento diversas habilidades de liderança que pode ser usada para projetar e construir organizações sustentáveis, negócios sustentáveis, comunidades mundiais sustentáveis e até mesmo cidades e sociedades sustentáveis. Também falarei sobre inovação, criatividade no design de futuros sustentáveis melhores. Venha se juntar a mim”, convida Manuel, que virá dos Estados Unidos para encerrar o evento.

Além disso, estão confirmadas as presenças dos palestrantes: Karine Oliveira (CEO da Wakanda Educação) de Salvador, Demerson Conciani, do Mapbiomas, Renata Linhares, da Rede Impacto por elas, Felipe Dias, do SOS Pantanal, e Carine Lacerda, do Instituto Clima e Sociedade (ICS), farão os painéis no primeiro dia.

Para o segundo dia, participarão Gracieli Pizzatto (Embaixadora e Conselheira do Capitalismo Consciente em MT), Jean Peliciari, do Teoria Verde, Isadora Arruda, da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e Dal Marcondes (Diretor Executivo do Instituto Envolverde), que irá falar sobre o Greewashing (termo para descrever empresas que escondem os reais impactos do que realmente fazem no meio ambiente). “Isso tem uma relação muito grande com o principal valor dos negócios: a confiança”, explica Marcondes.