AGRO & ECONOMIA Domingo, 29 de Dezembro de 2019, 09:40 - A | A

Grupo de lojistas contesta aumento nas vendas de Natal

IG Economia

Grupo de lojistas contesta dado sobre aumento nas vendas de Natal arrow-options
Valter Campanato/Agência Brasil
Grupo de lojistas contesta dado sobre aumento nas vendas de Natal

A Associação Brasileira dos Lojistas Satélites (Ablos), grupo composto por varejistas de médio e pequeno porte, está contestando os dados de crescimento de vendas de Natal divulgada pela Alshop, associação que reúne lojistas de shopping, e pretende entrar na justiça.

Segundo a Alshop, as vendas de Natal nos shoppings cresceram 9,5% em 2019 em relação ao ano anterior e, no acumulado do ano, as vendas cresceram 7,5% no varejo de Shopping. No entanto, a Ablos, entidade iniciada em fevereiro deste ano por um grupo de empresários do varejo do segmento de lojas satélites, repudia os dados, afirmando que não passam de mera estimativa, já que não foi realizada nenhuma pesquisa técnica.

Para Tito Bessa Junior, presidente da Ablos e fundador da rede de lojas TNG, o crescimento de não aconteceu e as informações são "meramente especulativas sem nenhum critério técnico".

Procurada, a Alshop informa que os dados divulgados a respeito do crescimento das vendas em estabelecimentos comerciais é fruto de um trabalho contínuo da entidade com seus associados. A pesquisa é feita por amostragem para chegar aos números divulgados pela grande imprensa.

A entidade esclarece que o crescimento declarado de 7,5% é nominal, correspondendo a um crescimento real de 3,6%, descontada a inflação de 2019. As principais entidades de representação do comércio apresentam dados que corroboram nossa estatística.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a expectativa de crescimento para a data era de 5,2%. Já a Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), foi prevista alta de 10% nas vendas de Natal em nota divulgada em 19 de dezembro.



Fonte: IG Economia


Imprimir

Comentários