Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

AGRO & ECONOMIA Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 17:18 - A | A

Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 17h:18 - A | A

MÊS DO TRABALHADOR

Projeto oferece mais de 1200 bolsas de estudo em todo Brasil para cursos com alta empregabilidade

Em Cuiabá (MT), serão destinadas 10 bolsas de estudo, sendo 5 para cursos técnicos e 5 para cursos livres

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

No mês do trabalhador, surge uma grande oportunidade para quem busca ingressar no mercado de trabalho por meio do fortalecimento da educação. A rede Grau Educacional, referência nacional nos segmentos de cursos técnicos e livres, lançou a terceira edição do projeto Grau Social, oferecendo mais de 1200 bolsas de estudo para qualificações técnicas e profissionalizantes, gratuitas e presenciais, com oportunidades em todas as cinco regiões do Brasil. Os interessados em concorrer às oportunidades podem se inscrever entre os dias 6 de maio e 4 de junho, no site www.grausocial.com.br.

O Grau Educacional Cuiabá oferecerá 10 bolsas de estudo. No segmento técnico, serão 5 oportunidades no curso de administração. Já na modalidade de cursos livres, os interessados poderão optar entre os cursos de interativos, como vendas, excel avançado, logística, operador de caixa, oratória, telemarketing, recursos humanos, youtuber, RH e segurança do trabalho e matemática financeira.

Critérios

Para concorrer, é necessário atender a alguns requisitos, como ter concluído o ensino médio (ou equivalente do EJA ou supletivo) em uma escola pública; ter disponibilidade para aulas presenciais e eventuais aulas práticas, bem como visitas técnicas junto às empresas parceiras, quando houver; ter a partir de 18 anos completos; e estar desempregado.

Após avaliação dos requisitos, será aplicada uma redação e uma entrevista, selecionando os melhores desempenhos. Os contemplados com as bolsas serão divulgados no dia 8 de julho de 2024 e poderão se matricular entre os dias 9 e 19 de julho. As aulas terão início até agosto deste ano.

"Queremos transformar vidas através da educação, utilizando metodologias modernas e inovadoras, com o propósito de contribuir para a formação de uma geração de cidadãos comprometidos com a ética, o meio ambiente e o desenvolvimento social e econômico do país. O Grau Social tem essa missão. Acreditamos na democratização da educação para todos”, disse o diretor da rede Grau Educacional, Ruy Porto Carreiro Filho.

Todas as unidades do Grau Técnico e do Grau Profissionalizante, que fazem parte da rede Grau Educacional, estão participando do projeto. O Grau Educacional é a maior rede de ensino técnico do Brasil, presente em todas as regiões do país, com mais de 150.000 alunos já matriculados e uma taxa de empregabilidade de 75% para alunos formados.

Para mais informações, basta acessar o site: www.grausocial.com.br. O portal disponibiliza o edital completo, com todos os requisitos para concorrer à bolsa e outros detalhes do projeto.

Grau Técnico:
O Grau Técnico, a maior rede de ensino técnico particular do país, é o carro-chefe do grupo Grau Educacional. Com mais de 115 unidades, presentes em todas as regiões do Brasil, a Grau Educacional oferece mais de 60 cursos nas áreas de saúde, tecnologia, indústria, gestão e negócios. Para obter mais informações, visite www.grautecnico.com.br.

Grau Profissionalizante:
A franquia Grau Profissionalizante (anteriormente Nível A) foi fundada em 2015 e é reconhecida como "A escola da sua profissão". Com diversas unidades espalhadas por todo Brasil, ela oferece mais de 60 cursos profissionalizantes, rápidos e práticos, incluindo bombeiro civil, cuidador de idosos, eletricista predial, gastronomia, informática, manutenção de smartphones, mecânica de carros e motos, e refrigeração, entre outros. Para mais informações, acesse www.graup.com.br.

Requisitos:

a) Ter concluído o ensino médio (ou equivalente do EJA ou Supletivo) em uma escola pública;
b) Ter disponibilidade para aulas presenciais e eventuais aulas práticas, bem como visitas técnicas junto às empresas parceiras, quando houver;
c) Ter a partir de 18 anos completos;
d) Estar desempregado;