Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

AGRO & ECONOMIA Segunda-feira, 06 de Março de 2023, 09:58 - A | A

Segunda-feira, 06 de Março de 2023, 09h:58 - A | A

DESENVOLVIMENTO FLORESTAL

Sedec emitiu mais de 190 certificados de taxa de reposição florestal

O Bom da Notícia/com assessoria

Em atividade desde março de 2022, o Fundo de Desenvolvimento Florestal de Mato Grosso (Desenvolve Floresta), da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, já emitiu mais de 190 certificados de taxa de reposição florestal.

O pagamento da taxa é uma oportunidade ofertada pelo Governo do Estado para a regularização ambiental das propriedades com débitos relativos à reposição de área desmatada. Além disso, o Desenvolve Floresta é a opção mais econômica para o proprietário rural que precisa repor a área nativa desmatada em sua propriedade. A contribuição com o Fundo é um mecanismo de compensação pela supressão da vegetação nativa.

“A taxa é muito menor do que os valores praticados em outras modalidades. Quem escolhe fazer a reposição florestal de sua propriedade por meio da Sedec pode efetuar o pagamento à vista ou de forma parcelada. A análise dos requerimentos é feita de forma ágil, e os certificados são emitidos em menos de 15 dias a partir do pagamento das taxas”, explicou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda. 

A taxa para reposição florestal é calculada levando em consideração a área total do desmate e o produtor que compensar por tora e lenha. O valor para a reposição florestal no mercado costuma flutuar entre R$ 13 e R$ 15, porém o Desenvolve Floresta consegue oferecer preços três vezes mais baratos. Em fevereiro por exemplo, um metro de lenha pode ser adquirido por R$ 4,39.  

“O Governo de Mato Grosso tem compromisso em desenvolver a agroindústria, sem se esquecer do setor ambiental, então todo o dinheiro arrecadado por meio do Desenvolve Floresta é reconduzido para atividades de florestamento, reflorestamento, manejo florestal sustentável, pesquisa florestal, assistência técnica e extensão rural dentro do Estado de Mato Grosso”, finalizou o secretário.

Para aderir ao Fundo Desenvolve Floresta, o produtor deve acessar o site: www.sedec.mt.gov.br/desenvolvefloresta e seguir as instruções descritas na página.