Terça-feira, 28 de Maio de 2024

CIDADES Sábado, 26 de Novembro de 2022, 10:51 - A | A

Sábado, 26 de Novembro de 2022, 10h:51 - A | A

A CADA 15 DIAS

Alunos da UFMT realizam projeto Universitários Anônimos

O Bom da Notícia com assessoria

Desde setembro deste ano o Projeto “Universitários Anônimos” desenvolve ações de acolhimento e ajuda para a comunidade acadêmica da UFMT. Os encontros acontecem quinzenalmente no Centro Acadêmico de Serviço Social às 18h30, tendo o apoio e supervisão da Pró Reitoria de Assistência Estudantil (PRAE).

Com o retorno das aulas presenciais, após a pandemia de Covid-19, observou-se a necessidade de estabelecer momentos além sala de aula, para que os acadêmicos pudessem partilhar sobre suas experiências de vida, estudo, trabalho e questões sociais. Pensando nisso, alguns acadêmicos submeteram um projeto a PRAE, para que pudessem realizar atividades de orientação através de rodas de conversas.

Para Pedro Felipe Furlaneto Nava, Gerente de Ações Afirmativas e Apoio à Inclusão da PRAE/UFMT, o projeto é financiado pelo EDITAL PRAE 11/2022, tendo como “objeto o apoio a projetos estudantis, com estímulo ao protagonismo juvenil, com foco em intervenções de estudantes e para estudantes da UFMT”. A equipe proponente conta com um coordenador, mais dois bolsistas que auxiliam no desenvolvimento das ações, não havendo obrigatoriedade de inclusão de docentes nas equipes.

Milienne Stephanie Silva Teixeira Paixão, bolsista do projeto e acadêmica do 4º semestre do curso de História, destaca que o projeto é “feito por e para alunos da UFMT”. Ela aponta ainda que o projeto busca socializar temas e questões que não são discutidas em sala de aula. A participação dos encontros é voluntária, e nada é imposto, o foco está em possibilitar um lugar de fala ao participante, e que questões refletidas sirvam como apoio e incentivo de continuidade a jornada acadêmica de cada um.

Rodas de Conversa propiciam um espaço de interação e reflexão

As rodas de conversas conseguem promover momentos de reflexões de maneira individual e coletiva, propiciando espaços de trocas de experiências, com as histórias de vida de cada participante, o que propicia a construção de novos conhecimentos e ao mesmo tempo contribui para que os acadêmicos continuem sua jornada formativa superando as adversidades.

Para Neil Diogo Silva Coimbra, coordenador do projeto e aluno do 8º semestre do Curso de Física, todos os encontros que foram realizados possibilitaram “um exercício intenso e constante de observação e escuta do outro e de si próprio. As reflexões e discussões feitas nos encontros fez com que os participantes pudessem falar de questões que estavam reprimidas, possibilitando assim, um lugar de fala aos acadêmicos”. O coordenador destaca que o projeto não tem como objetivo realizar um trabalho de terapia ou acompanhamento psicológico, mas sim ser um espaço de escuta e partilha das vivências daquilo que acontece em âmbito da vida universitária.

O projeto é aberto a comunidade da UFMT

A equipe do “Universitários Anônimos” reforça o convite para que a comunidade acadêmica venha participar dos encontros. Todos os alunos da UFMT podem participar e contribuir com os temas, experiências e vivências que são abordados em cada encontro. Os encontros acontecem quinzenalmente no Centro Acadêmico de Serviço Social. Para mais informações sigam a página do projeto no Instagram.