Sábado, 18 de Maio de 2024

CIDADES Quinta-feira, 28 de Março de 2024, 14:53 - A | A

Quinta-feira, 28 de Março de 2024, 14h:53 - A | A

'CUIABÁ POR ELAS'

Secretaria da Mulher conta com o apoio da Semob no combate à pobreza menstrual

Da Redação do O Bom da Notícia/Com Assessoria

A Secretaria Municipal da Mulher, gerida pela secretária Cely Almeida, recebeu  900 absorventes arrecadados pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), nesta terça-feira (26). A ação faz parte da 4ª edição da ‘Campanha Cuiabá por Elas’, uma iniciativa da primeira-dama Márcia Pinheiro, que todos os anos arrecada absorventes para o combate  à pobreza menstrual. A falta de acesso a itens básicos de higiene é uma realidade para milhões de meninas e mulheres no Brasil. Sem alternativas de acesso ao absorvente, muitas arriscam a própria saúde improvisando com retalhos de pano, sacolas plásticas, jornais, colocando a saúde em risco e ficando vulneráveis a desenvolver infecções.

A assessora especial da Mulher, Silvana Veloso, agradeceu o empenho dos ciclistas do Pedal da Semob, coordenado por Raimundo Ribeiro, e também do Sindicato dos Agentes de Trânsito e Transporte da Capital (Sinattrac), cujo presidente é Ademir de Arruda. Ela informou que além da Semob, todas as secretarias municipais estão envolvidas, cada uma fazendo arrecadação dentro de sua instituição.

“A expectativa é arrecadar quatro toneladas de absorventes até o dia 27 de maio, que é quando encerraremos a campanha. Agradecemos a todos pelo empenho nesta nobre causa”, reconheceu, explicando que os absorventes serão distribuídos provavelmente na data de 28 de maio, declarada como o Dia Internacional da Dignidade Menstrual. A entrega será nos bairros que concentram maior vulnerabilidade social e também para mulheres em situação de rua, reforçando assim a importância do acesso a itens de higiene, esclarecimentos sobre o tema e infraestrutura adequada.

A Organização das Nações Unidas (ONU), desde 2014, já reconheceu o direito à higiene menstrual como uma questão de saúde pública e de direitos humanos. Nesse sentido, a secretária de mobilidade urbana, Luciana Zamproni, argumentou que a campanha é um elemento importante no reforço da dignidade menstrual e inclusão da pessoa que menstrua. “É preciso abraçar essa causa. É um problema de saúde pública, pois 26% das meninas brasileiras entre 15 e 17 anos sequer têm condições de adquirir o produto.” Ela ainda explicou que uma família com maior vulnerabilidade e renda menor tende a dedicar uma fração menor de seu orçamento para itens de higiene menstrual, uma vez que a prioridade é a alimentação.

“Muitas pessoas ainda sofrem com tabus e constrangimentos relacionados à menstruação, impactando sua autoestima para o resto da vida. Isso traz consequências para a socialização, dificultando inclusive a vida escolar, especialmente entre adolescentes que chegam a não ir à escola durante o período menstrual. Uma campanha como essa proporciona acesso a informações corretas e abre espaço para que a sociedade realize debates e encontre melhorias”, pontuou Zamproni.

Entre os atletas que saíram da Orla do Porto II para participar da entrega dos absorventes em frente à Sala da Mulher na Avenida Getúlio Vargas, estava o pessoal do grupo ‘Pedal Além da Visão’, que, além do ciclismo, promove ações sociais com foco em cidadãos portadores de deficiência visual. “Estamos muito felizes em poder contribuir com a iniciativa. Somos adeptos do Pedal da Semob e sempre participamos das campanhas apoiadas por ele”, declarou Zaire Lavor, uma das organizadoras do ‘Pedal Além da Visão’, que atualmente possui 17 bicicletas Tandem, ideais para pessoas com deficiência visual, que precisam ser acompanhadas de “guias” para circular.

“Uma ação positiva leva a outra. Queremos convidar as pessoas a conhecerem nosso projeto e se tornarem guias. Precisamos de guias. Temos 17 bikes especiais e 50 pessoas com deficiência visual no projeto, mas hoje só temos oito bikes aqui. Isso porque a pessoa com deficiência depende do voluntário para circular”, concluiu Zaire, deixando o Instagram do projeto @pedal_alem_da_visao.

O Pedal da Semob não tem custo, e as pessoas interessadas em participar podem ir à Orla do Porto II todas as terças-feiras à noite, com sua bicicleta ou alugar uma com as equipes de ciclismo parceiras que ficam no local.

Para mais detalhes, siga a página no Instagram: @pedaldasemobcuiaba.