Domingo, 19 de Maio de 2024

ESPORTES Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022, 14:18 - A | A

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022, 14h:18 - A | A

FUTEBOL

Brasil vence Suíça com golaço de Casemiro e garante vaga nas oitavas da Copa do Mundo

Em jogo truncado e de pouca criatividade, volante sai do campo defensivo para marcar gol na reta final do segundo tempo

LANCE!

Foi na alma e superação. O Brasil suou, mas conseguiu vencer a Suíça por 1 a 0 na tarde desta segunda-feira, em jogo válido pela 2ª rodada do Grupo G da Copa do Mundo, no Estádio 974. Casemiro marcou o gol da Canarinho.

Foi na alma e superação. O Brasil suou, mas conseguiu vencer a Suíça por 1 a 0 na tarde desta segunda-feira, em jogo válido pela 2ª rodada do Grupo G da Copa do Mundo, no Estádio 974. Casemiro marcou o gol da Canarinho.

As equipes voltam a jogar às 16h (de Brasília) da próxima sexta-feira, já que os jogos da 3ª rodada acontecem de forma simultânea. O Brasil enfrenta Camarões no Estádio Lusail e a Suíça medirá forças no 974.

Sem poder contar com Neymar e Danilo, que sofreram lesões contra a Sérvia, Tite optou pelas entradas de, respectivamente, Fred e Éder Militão. Ele reforçou o meio-campo e manteve um lateral-direito com uma característica mais defensiva no time titular.

SOMMER ESPETACULAR!
Os primeiros 25 minutos foram truncados. O Brasil teve a iniciativa de atacar e criar chances, mas parava na boa defesa da Suíça, que também pouco assustou Alisson no sistema ofensivo. O resumo foi uma partida de poucas chances na primeira metade da etapa inicial.

A Seleção, aos poucos, foi se soltando. Com os pontas mais espetados, a melhor chance veio perto dos 30 minutos: Raphinha achou Vini Jr com um lindo lançamento, mas o chute do camisa 20 parou em uma grande defesa de Sommer. A partir desse lance, o Brasil ficou totalmente apontado ao ataque, mas não levou sucesso. O primeiro tempo terminou sem gols.

FOI POR POUCO...
A alegria chegou a alcançar os brasileiros ainda no começo do segundo tempo. Casemiro roubou a bola no meio-campo, os atacantes brasileiros brigaram pela posse e Richarlison recuperou, conseguindo contra-ataque com a defesa suíça bagunçada. O atacante tocou para Vini Jr, que conduziu livre e finalizou para o fundo das redes. Após revisão do VAR, porém, o gol anulado por impedimento do Pombo no começo da jogada.

QUE DIFICULDADE
O tempo passava e ansiedade do Brasil aumentava. Em um jogo truncado e com a Suíça focada no sistema defensivo, praticamente todas as jogadas da Canarinho eram bolas longas e lançamentos diretos - quase sempre sem efetividade. O Brasil dependia de cruzamentos na área e jogadas individuais dos pontas.

NO GRITO!
Se a coisa não desenvolvia lá na frente, Casemiro teve que sair da defesa para resolver no ataque. Já na reta final do jogo, Vini Jr e Rodrygo conseguiram uma boa trama dentro da área e o camisa 21 achou o volante dentro da área que, de primeira, finalizou no ângulo, sem chances de defesa para Sommer. Era o grito de alegria da bola na rede em uma partida muito difícil.

A Suíça se lançou ao ataque no fim do jogo e o Brasil até teve chances de ampliar o placar, mas desperdiçou. De qualquer forma, a importante vitória veio. A Canarinho carimbou a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil. Festa verde e amarela no Qatar! 

FICHA TÉCNICA

BRASIL X SUÍÇA
Copa do Mundo 2022
Grupo G - 2ª rodada


Local: Estádio 974, em Doha (QAT)
Data-hora: 28/11/2022, às 13h (de Brasília; 19h no horário local)
Árbitro: Ivan Barton (ESA)
Assistentes: David Moran (ESA) e Zachari Zeegelaar (SUR)
VAR: Drew Fischer (CAN)
Cartões amarelos: Fred (BRA); Rieder (SUI)
Cartões vermelhos: -

Gols: Casemiro (1-0, 37'/2ºT)

BRASIL: Alisson; Éder Militão, Thiago Silva, Marquinhos, Alex Sandro (Alex Telles 40'/2ºT); Casemiro, Fred (Bruno Guimarães 12'/2ºT), Lucas Paquetá (Rodrygo/Intervalo); Raphinha (Antony 27'/2ºT), Richarlison (Gabriel Jesus 27'/2ºT), Vini Jr. Técnico: Tite.

SUÍÇA: Sommer; Widmer (Frei 38'/2ºT), Akanji, Elvedi, Ricardo Rodríguez; Freuler, Xhaka; Rieder (Steffen 13/2ºT), Sow (Aebischer 30'/2ºT), Vargas (Edmilson Fernandes 13/2ºT); Embolo (Seferovic 30'/2ºT). Técnico: Murat Yakin.