Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

O BOM DA VIDA Quinta-feira, 07 de Setembro de 2023, 17:52 - A | A

Quinta-feira, 07 de Setembro de 2023, 17h:52 - A | A

REALITY

Queer Fire chega na reta final com seis competidores e prontos para a final

Da Redação do Bom da Notícia com Assessoria

Na tarde da última quarta-feira (06), os 'Fires' Léo Fernandes e Cassio Matheus, ambos da equipe 'Pocs' deram adeus ao prêmio de uma bolsa de estudos de nível superior e R$ 1 mil em dinheiro.

E na manhã desta quinta-feira (07) Maicon Campos que interpreta a personagem Joerma e Maikon Giehl, de Diamantino, também deixaram a competição.

Antes da eliminação, os 'Fires' participaram da dinâmica da gratidão, momento em que todos puderam contar um pouco de suas histórias, suas frustrações e medos, guiados pela artista Drag Queem, Nelly Winter, que também relatou um pouco da sua trajetória de vida.

Foi uma dinâmica emocionante e intensa no 'Queer Fire', com eliminações e indicações para a fornalha.

"Pra mim foi muito bom, estou saindo muito contente comigo mesmo, eu sei que não ofendi ninguém, e nenhuma bandeira", contou Léo Fernandes, terceiro eliminado do jogo.

O quarto eliminado, Cássio Matheus, já havia participado da edição anterior e nessa edição, o participante que integra o elenco de atores do 'MT Queer' entrou novamente na competição como anfitrião.

"Foi uma honra e gratidão participar dessa edição, participei na segunda edição, eu acho que poderia ter me posicionado um pouco mais, o pessoal poderia ter me enxergado um pouco mais, mas eu dei o meu melhor sem forçar simpatia com alguém, ter o meu jeito retraído e observador faz parte do meu jogo. Não discriminei ninguém, muito pelo contrário, joguei com respeito e fui honesto com meu jogo", contou Cassio Matheus, quarto eliminado.

Após a eliminação, os 'Fires' participaram de uma nova dinâmica, cada um montou seu podium para a final e escolheu aquele que não ganharia o jogo, Janna Rawn e Raphaelly Luz foram as participantes mais indicadas para ocupar o podium e isso fez com que os outros participantes se livrassem da fornalha e ainda ganharam um jantar. A drag queen e cantora Mika também teve assegurada imunidade por ser a influencer do ciclo.

Josy Campos, Maicon Campos, Maikon Giehl, Julian Zilio e Alex participaram de uma prova de resistência para definir quem se salvaria da fornalha, a primeira a deixar a prova foi Josy Campos e o último a deixar a prova e ficar salvo foi o Alex.

Com apenas 10% dos votos pelo Instagram Maikon Giehl foi o quinto participante a deixar a competição, em seguida com 18% Maicon Campos.

"É um grande desafio, saio com sentimento de dever cumprido, é claro que a gente vem na próxima e leva esse prêmio pra casa", Maicon Campos.

"Foi uma experiência incrível conhecer novas pessoas, esse ambiente de jogo não é um ambiente fácil, você tem que estar emocionalmente preparado, se eu tivesse uma nova oportunidade eu iria repensar a minha estratégia de jogo", concluiu Maikon Giehl.

Entenda

Coletivo audiovisual LGBTQIAPN+, MT Queer, abriu inscrições para a terceira temporada do Reality Queer Fire. As inscrições foram até 3 de agosto.

Participante que vencer essa temporada ganhará prêmio em dinheiro, uma bolsa de estudos integral de nível superior e seis meses de contrato com a agência Spot de publicidade e marketing pessoal.

Programa está sendo exibido pelo canal Queer no Youtube entre os dias 03 e 09 de setembro.

Os competidores foram divididos em duas equipes durante o reality.