Domingo, 21 de Julho de 2024

O BOOM DA NOTÍCIA Terça-feira, 04 de Abril de 2023, 08:37 - A | A

Terça-feira, 04 de Abril de 2023, 08h:37 - A | A

RENDA SOLIDÁRIA III

254 catadores de recicláveis receberão auxílio financeiro

O Bom da Notícia/com Assessoria

Foi publicada na edição da Gazeta Municipal desta segunda-feira (03) a relação de beneficiários do programa Renda Solidária III – Cuidando da Gente. A lista conta com 254 nomes de catadores de materiais recicláveis, que atuavam no antigo aterro sanitário de Cuiabá e que receberão, pelo período de 24 meses, o auxílio financeiro de um salário mínimo.

A implantação do programa de transferência de renda ocorre por conta da desativação definitiva do aterro municipal, oficializada na última sexta-feira (31) e que impacta diretamente nos ganhos desses trabalhadores. A previsão é de que a primeira parcela do Renda Solidária III seja paga ainda neste mês de abril.

“Com o fechamento total do antigo aterro, iniciamos uma nova era no tratamento dado aos resíduos sólidos. Todavia, essa transformação não poderia acontecer sem pensar na inclusão daqueles que ajudaram a reduzir os danos ambientais causados pelo lixo. De forma alguma, deixaríamos esses trabalhadores desamparados”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro.

A permanência dos profissionais no programa está condicionada ao cumprimento, de forma impreterível, de medidas como: estar cadastrado em um dos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e manter atualizado o Cadastro Único (CadÚnico), para participação em programas do Governo Federal.

Somado a isso, ao menos um integrante da composição familiar do beneficiário deve participar dos cursos do Qualifica Cuiabá, idealizado pela primeira-dama Marcia Pinheiro. Em caso de menor de idade, ele deve ser inserido em outras ações, por exemplo: Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Programa Siminina, Programa Criança Feliz, dentre outras. 

“Essas pessoas são verdadeiros agentes ambientais e merecem ser valorizadas. Agora, além do auxílio financeiro, receberão nosso apoio para criação de cooperativa, capacitação profissional e, por meio de uma parceria com o Governo federal, estamos viabilizando a construção de 50 casas populares”, finaliza o diretor-geral da Limpurb, Júnior Leite.